Leia também:
X Bolsonaro mostra “preocupação” e diz: “Vou dar beijo no Bonner”

Vereador do PP leva tiro no braço em campanha no ABC paulista

Polícia Civil tenta identificar quem atirou no parlamentar e qual seria a motivação

Gabriel Mansur - 22/08/2022 15h16 | atualizado em 22/08/2022 15h40

Vereador Ivan Silva foi baleado durante campanha eleitoral Foto: Reprodução/Facebook

Ao que tudo indica um crime foi cometido por motivação política e vitimou o vereador Ivan Silva (PP) neste domingo (22). O parlamentar foi alvejado, supostamente por uma bala de chumbinho, durante campanha eleitoral em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O vereador participava de um adesivaço no Jardim Silvina em prol das candidaturas para deputada estadual, de Carla Morando (PSDB), e deputado federal, de Marcelo Lima (Solidariedade).

Ivan Silva foi ferido no braço e levado para atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ferrazópolis. Depois, foi transferido para a Hospital de Urgência, onde passou por uma cirurgia para a retirada de uma munição de aço. Ele já teve alta e passa bem.

O vereador registrou boletim de ocorrência numa delegacia. A Polícia Civil, por sua vez, investiga o caso e tenta identificar quem atirou no parlamentar da cidade e qual seria a motivação. Até o momento, a investigação não havia identificado o atirador.

A assessoria do vereador emitiu uma nota oficial, dizendo que “condena qualquer tipo de violência, tendo seu trabalho pautado, desde sempre, na paz, na conversa e no aperto de mãos, não no disparo de armas de fogo ou na utilização de armas brancas”.

Já a Polícia Civil informou, por meio da Secretaria de Segurança Pública, que apura o “disparo de chumbinho que feriu o vereador, de 48 anos, às 12h11 deste domingo, na Avenida Condé de São Lourenço, em Ferrazópolis”.

Também por um comunicado, a Câmara Municipal de São Bernardo do Campo lamentou o caso.

– A Câmara Municipal de São Bernardo do Campo lamenta o incidente ocorrido com o nobre vereador Ivan Silva na tarde de domingo, dia 21/08, quando foi atingido por disparo de uma arma, vindo a acertar seu braço. O mesmo foi atendido no Hospital de Urgência e liberado no mesmo dia e já se encontra trabalhando – informou.

Leia também1 Bolsonaro mostra "preocupação" e diz: "Vou dar beijo no Bonner"
2 Nunes Marques deverá presidir o TSE nas eleições de 2024
3 Silveira usa rede da esposa para chamar Moraes de "mentiroso"
4 Senador do PROS é acusado pela filha de assédio sexual, diz site
5 Vice do TRE-DF se aposenta em protesto contra fala de Moraes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.