Leia também:
X Conheça Sílvia Nobre Waiãpi, índia convocada por Bolsonaro

Veja quem são as mulheres do grupo de transição do governo

Elas foram anunciadas pela equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro

Camille Dornelles - 07/11/2018 09h54 | atualizado em 07/11/2018 18h20

Mulheres da equipe de Bolsonaro Arte: Pleno.News

Nesta terça-feira (6), quatro mulheres foram anunciadas como integrantes da equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro. O primeiro nome divulgado foi o da coronel Márcia Amarílio da Cunha Silva.

Depois, foram anunciados os nomes das tenentes do Exército Sílvia Nobre Waiãpi e Liane de Moura Fernandes Costa e da economista Clarissa Costalonga e Gandour. Confira abaixo o perfil de cada uma delas.

MÁRCIA AMARÍLIO DA CUNHA SILVA
Ela é especialista em segurança pública e atua como assessora do Corpo de Bombeiros. Márcia já participa das reuniões realizadas no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília.

Márcia Amarílio Foto: Reprodução Facebook

SÍLVIA NOBRE WAIÃPI
Waiãpi é a primeira mulher indígena a integrar o grupo. Também é a primeira índia a entrar para as Forças Armadas do Brasil. Protagonista de uma incrível história de superação, Waiãpi recebeu destaque durante a abertura dos Jogos Mundiais Militares de 2011, quando hasteou a bandeira do Brasil.

Atualmente atua como chefe do Departamento de Medicina Física e Reabilitação em Fisioterapia do Hospital Central do Exército, no Rio de Janeiro.

Sílvia Nobre Waiãpi Foto: Reprodução Google+

CLARISSA COSTALONGA E GANDOUR
Clarissa se formou em Doutorado de Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC Rio). Ela é professora e pesquisadora de desenvolvimento econômico. Já desenvolveu pesquisas de melhorias para o setor agrícola e combate ao desmatamento.

Clarissa Costalonga e Gandour Foto: Reprodução

LIANE DE MOURA FERNANDES COSTA
A tenente do Exército se formou em Engenharia Ambiental pela Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT) e é especialista em construções sustentáveis com MBA na área. A oficial também já atuou no ensino superior, como professora de Saneamento Ambiental.

Liane de Moura Foto: Reprodução Facebook

Leia também1 Conheça Sílvia Nobre Waiãpi, índia convocada por Bolsonaro
2 Primeira mulher da equipe de Bolsonaro é coronel
3 Bolsonaro dará carta branca a Moro e não vai mexer na CPMF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.