Leia também:
X Ex-ministro da Saúde, Mandetta é flagrado sem máscara em bar

Veja como candidatos famosos se saíram nas eleições de 2020

Thammy Miranda, Felipe Becari, Mendigata, Dr. Rey, Eli Corrêa e outros famosos disputaram as eleições

Pierre Borges - 16/11/2020 13h34 | atualizado em 16/11/2020 15h41

Conhecidos pelo grande público por seus trabalhos nos ramos do entretenimento, esporte e outros não relacionados à política, é comum que famosos se candidatem a cargos políticos. Nem sempre, porém, o sucesso nas telas, rádios e estádios se reflete nas urnas. Descubra agora os resultados dos famosos que se candidataram nas eleições municipais de 2020.

O influencer Felipe Becari (PSD), que possui 1 milhão de seguidores no Instagram, foi o quarto parlamentar mais votado da cidade de São Paulo. Felipe, que trabalha há mais de 10 anos na área de proteção aos animais, foi eleito com 98.717 votos. O radialista Eli Corrêa (DEM), o Homem Sorriso do Rádio, também foi eleito em SP com 32.482. Eli já trabalhou na Rádio São Paulo, Tupi, Record, Globo, América e Top FM. Ainda na capital paulista, Thammy Miranda (PL) se elegeu com 43.321 votos.

Na grande São Paulo, a ex-panicat Fernanda Lacerda, conhecida como Mendigata (PSDB), foi eleita suplente com 143 votos em São Bernardo do Campo. Já o apresentador e cirurgião plástico Dr. Rey (PODE), foi eleito em Vargem Grande Paulista, também como suplente, com 517 votos.

No Rio de Janeiro, a pioneira do funk, Verônica Costa (DEM), conhecida como Mãe Loira, arregimentou 17.939 votos e foi a 23ª candidata mais votada da capital carioca.

Já os atletas que se candidataram, não conseguiram subir no pódio da corrida eleitoral. O ex-nadador Luiz Lima (PSL) foi o atleta mais votado do país, com 180.336 votos na disputa pela prefeitura do RJ, mas terminou na quinta colocação, com 6,85% dos votos. Outro ex-atleta que almejava a prefeitura é o judoca João Derly (Republicanos), mas ficou em sétimo lugar com apenas 19 mil votos em Porto Alegre. O ex-boxeador Popó se candidatou como vice na chapa do candidato Celsinho Cotrim (PROS), mas foi o segundo menos votado da capital baiana, com apenas 1.578 votos.

Outros atletas que não conseguiram se eleger, foram os jogadores e ex-jogadores Somália (PP), Marcelinho Carioca (PSL), Ceará (Avante), Dinei (Republicanos), Odvan (MDB), Maizena (Patriota), Paulo Almeida (Republicanos), Paulo Rink (PL), Adriano Gabiru (PMB) e Saulo Tigre da Vila (Cidadania). Nas outras modalidades, também não se elegeram os medalhistas olímpicos Diego Hypolito (PSB), Rodrigão do Vôlei (PSDB) e Sandro Viana (PP); Serginho do Vôlei (PV), a ex-handebolista Ana Amorim (Patritoas), o ex-pugilista Julião Neto (PCdoB), a técnica de ginástica Georgette Vidor (Cidadania), a ex-jogadora de basquete Marta de Souza (Patriota) e Chico do Judô (PSD).

Os 3 esportistas que conseguiram se eleger foram o Goleiro Vínicius (Republicanos), que, usando este nome na urna, foi o 11º vereador mais votado em Belém do Pará; o triatleta olímpico Paulo Miyasiro (Republicanos), 8º vereador mais votado de Santos, em São Paulo, e o ex-dirigente do Atlético-MG, Alexandre Kalil (PSD), que foi reeleito prefeito de Belo Horizonte, em Minas Gerais, com mais de 63% dos votos.

Leia também1 Saiba quem são os vereadores eleitos na cidade de São Paulo
2 Saiba quem são os vereadores eleitos no Rio de Janeiro
3 Manaus terá Mendes (Podemos) e Almeida (Avante) no 2º turno
4 Prefeito que morreu na véspera da eleição é reeleito em Minas
5 Internautas fazem manifestação nas redes pedindo voto impresso

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.