Leia também:
X Zambelli elogia ação contra exploração ilegal de diamante

“Vamos buscar uma maneira de tirar o Rio da situação difícil”

Bolsonaro deu declarações durante inauguração de estruturas na superintendência da Polícia Rodoviária Federal

Ana Luiza Menezes - 24/09/2020 19h52 | atualizado em 24/09/2020 20h26

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Carolina Antunes/PR

Nesta quinta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia de inauguração de estruturas, na superintendência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Rio de Janeiro. Em seu discurso, ele disse que buscará, com Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), uma maneira de tirar o Rio da situação difícil em que se encontra.

– Acredito que podemos sim vencer obstáculos e transformar o Brasil em um país que realmente seja colocado entre os primeiros do mundo, porque nós temos potencial. Obrigado a quem votou em mim e para quem não votou também, não tem problema. Juntamente com a Assembleia Legislativa e o nosso jovem governador (Cláudio Castro, que assumiu no lugar de Witzel), vamos buscar uma maneira de tirar o Rio de Janeiro da situação difícil que se encontra. Nós somos o estado maravilhoso e, se Deus quiser, essa política será deixada para trás e uma nova política, aos poucos surgindo de modo que possamos todos nos orgulhar desse estado maravilhoso chamado RJ – disse Bolsonaro.

O evento da PRF aconteceu ocorreu um dia após a Alerj decidir, por 69 votos a zero, dar continuidade ao processo de impeachment contra Wilson Witzel, governador afastado do estado.

Leia também1 Por decisão do TRE, Marcelo Crivella está inelegível até 2026
2 Cirurgia de Bolsonaro será mais simples e pouco invasiva, diz site
3 Bolsonaro sobre pandemia: 'Não fugi da minha responsabilidade'
4 Eduardo Bolsonaro teria sido um bom embaixador, diz chanceler
5 "Onde foi parar a checagem dos fatos?", questiona Zambelli

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.