Leia também:
X Maia: Se Previdência não for aprovada, melhor desistir

‘Vai ter que matar gente’ para prender o Lula, diz líder do PT

Tribunal de segunda instância decidirá sobre futuro de Lula no dia 24 de janeiro

Gabriela Doria - 16/01/2018 21h00 | atualizado em 17/01/2018 10h30

A senadora Gleisi Hoffman, presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, afirmou que será preciso “matar gente” se quiserem prender o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A petista deu a declaração numa entrevista concedida ao Portal 360 e compartilhada pela página do PT, nesta terça-feira (16).

– Para prender Lula, vai ter que prender muita gente, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar – decretou a senadora ao portal.

Gleisi defendeu a candidatura de Lula nas próximas eleições Foto: Reprodução

No próximo dia 24, um tribunal de segunda instância em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, vai julgar o recurso de Lula no processo do triplex do Guarujá. O ex-presidente é acusado de receber o imóvel em troca do favorecimento da empreiteira OAS em contratos públicos. Em primeira instância, o juiz Sérgio Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão. Ele aguarda o recurso em liberdade.

Lula aparece como favorito na disputa pela presidência deste ano. Apesar do futuro incerto do líder petista, Gleisi declarou que a decisão da justiça no dia 24 não afetará as intenções políticas de Lula.

– Esta condenação não tem nada a ver com a candidatura de Lula. Porque a candidatura só se resolve na Justiça eleitoral. É em outra esfera. Não há nada que nos impeça de registrar Lula como candidato no dia 15 de agosto – afirmou a senadora.

Apesar da intensificação da agenda partidária do PT, que viaja o Brasil mobilizando os eleitores em caravanas, Lula deve aguardar a decisão do dia 24, em São Paulo.

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.