Leia também:
X Witzel: TSE confirma rejeição à candidatura do ex-governador

Urna é preparada em sindicato e gera polêmica; TRE explica

Órgão emitiu nota para desmentir irregularidade em urna

Pleno.News - 28/09/2022 09h22 | atualizado em 28/09/2022 12h05

Urna eletrônica Foto: TSE/Secom/Antonio Augusto

No início desta semana, o TRE-SP emitiu uma nota de esclarecimento para desmentir a existência de irregularidade em urnas preparadas em um sindicato. As informações são do site O Antagonista.

O comunicado surgiu após um vídeo ter repercutido nas redes sociais, no domingo (25), alegando que um sindicato filiado à CUT teria acesso à preparação das urnas eletrônicas. O episódio envolveu o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção, do Mobiliário, Cimento, Cal, Gesso e Montagem Industrial (Sinticom), de Itapeva (SP).

A gravação divulgada, nas redes, mostrou a cerimônia de carga e lacração das urnas, na sede do Sinticom. Segundo o TRE-SP, apesar de as imagens serem reais, é mentira afirmar que elas sejam evidências de uma suposta irregularidade nas eleições.

Leia a íntegra da nota:

Em relação a vídeo gravado durante o procedimento de carga e lacração nas urnas eletrônicas em Itapeva (SP), divulgado no YouTube neste domingo (25), o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) esclarece que:

Desde 2014, o Cartório Eleitoral de Itapeva – 53ª Zona Eleitoral realiza o procedimento de carga e lacração das urnas eletrônicas no Sinticom (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção, do Mobiliário, Cimento, Cal, Gesso e Montagem Industrial de Itapeva) por falta de espaço físico no ambiente do cartório. O sindicato fica ao lado do cartório eleitoral.
Neste ano, o Sinticom foi requisitado pelo Cartório Eleitoral de Itapeva por meio do Ofício n° 116 em 21 de setembro de 2022.
Os funcionários terceirizados que atuam no procedimento no local foram contratados por meio de licitação pública, de acordo com a legislação. Todos os contratos do TRE-SP estão disponíveis para consulta em: tre-sp.jus.br/transparencia-e-prestacao-de-contas.
Por meio do Pregão Eletrônico Despesa de Eleição 58/2022, foi celebrado contrato com a empresa Seres Serviços de Recrutamento e Seleção de Pessoal Ltda. para a contratação de 1.206 assistentes de eleição para os cartórios das 392 zonas eleitorais da capital e do interior e os 18 Postos de Atendimento do Estado de São Paulo nas Eleições de 2022.
As atividades dos assistentes de eleição coadunam-se com as descritas na Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) do Ministério do Trabalho e Emprego (código n° 4110-10), com as especificidades da Justiça Eleitoral, tais como: auxiliar na digitação de textos e planilhas, auxiliar na preparação e revisão dos equipamentos utilizados nas eleições e auxiliar nos sistemas internos, entre outras.
Segundo Resolução do Tribunal Superior Eleitoral, qualquer cidadão ou cidadão poderá levantar dúvidas ou reportar eventual irregularidade observada na cerimônia de preparação de urnas, mas isso precisa ser feito “por escrito ao juízo eleitoral sem, no entanto, dirigir-se diretamente às técnicas, aos técnicos, às servidoras e aos servidores da Justiça Eleitoral, durante o exercício das suas atividades” (Res. 23.673/2021 TSE, art. 37, III, § 4°). Apesar disso, os servidores do Cartório Eleitoral de Itapeva prestaram todos os esclarecimentos aos responsáveis pela gravação do vídeo para demonstrar a lisura de todos os procedimentos.

Leia também1 Ciro rompe até com o irmão e diz que recebeu 'facada nas costas'
2 Gilmar suspende cobrança de R$ 18 milhões em impostos de Lula
3 Lula elogia presidente do Banco Central da gestão Bolsonaro
4 Ipec no RJ: Cláudio Castro abre 13 pontos contra Marcelo Freixo
5 "Não anule seu voto, não se abstenha", diz Bolsonaro em live

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.