Leia também:
X “Nosso objetivo primordial é realizar a Nova Previdência”

Twitter: “64 Não Foi Golpe” chega aos mais comentados

Usuários da rede social se uniram em apoio ao regime militar

Henrique Gimenes - 26/03/2019 16h49 | atualizado em 26/03/2019 17h57

Usuários do Twitter se uniram nesta terça-feira (26) e levaram a hashtag “64 Não Foi Golpe (#64NãoFoiGolpe)” aos assuntos mais comentados da rede social. A medida acontece um dia após o presidente Jair Bolsonaro anunciar uma comemoração pelos 55 anos do início do governo militar.

O anúncio de Bolsonaro gerou uma onda de reclamações no Twitter e levou a hashtag “Ditadura Nunca Mais (#DitaduraNuncaMais)” ao topo dos trending topics. Apoiadores de Bolsonaro, no entanto, resolveram organizar um movimento contrário por considerarem que o movimento ocorrido em 1964 evitou que o Brasil fosse tomado pelo comunismo.

Para os usuários, durante o governo militar, o Brasil era mais seguro e tinha mais empregos.

Leia também1 Bolsonaro pede 'comemoração devida' ao início da ditadura
2 Contra "articulação política", Moro ganha apoio no Twitter

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.