Leia também:
X Bolsonaro faz homenagem a veteranos da 2ª Guerra Mundial

“Tudo bandido”, afirma Mourão sobre mortos no Jacarezinho

General disse que domínio de áreas pelo narcotráfico tem que ser combatido

Thamirys Andrade - 07/05/2021 10h35 | atualizado em 07/05/2021 11h10

Vice-presidente, Hamilton Mourão Foto: Romério Cunha/VPR

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), comentou nesta sexta-feira (7) sobre as 25 mortes ocorridas durante operação deflagrada pela Polícia Civil no Jacarezinho (RJ) nesta quinta-feira (7).

– Tudo bandido! Entra um policial numa operação normal e leva um tiro na cabeça de cima de uma laje. Lamentavelmente, essas quadrilhas do narcotráfico são verdadeiras narcoguerrilhas, têm controle sob determinadas áreas e é um problema da cidade do Rio de Janeiro – declarou Mourão.

O general afirmou ainda que as Forças Armadas foram chamadas inúmeras vezes para ajudar e disse que este é um problema “sério”, que “vamos ter que resolver um dia ou outro”.

OPERAÇÃO EXCEPTIS
Considerada a operação mais letal da história do estado fluminense, a Exceptis deixou dezenas de feridos e 25 pessoas mortas, entre eles um policial e 24 suspeitos. Nela, 21 traficantes foram identificados e são procurados pela polícia local.

Coordenada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), a incursão da Polícia Civil ocorreu para apurar o suposto aliciamento de menores e o sequestro de trens da SuperVia pela maior facção do tráfico no estado, o Comando Vermelho.

Leia também1 Saiba quem é o policial civil morto durante operação no RJ
2 Operação em favela do Rio foi a mais letal da história do estado
3 MP do Rio vai apurar indícios de abuso policial no Jacarezinho
4 Polícia critica ‘ativismo judicial’ e diz que operação foi legítima
5 RJ: Documentos sobre a operação são achados no Jacarezinho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.