Leia também:
X Confiança dos consumidores avança 5,4 pontos em setembro

TSE rejeita recurso e mantém proibição de lives no Alvorada

Ministro do Tribunal rejeitou recurso da campanha de Bolsonaro

Monique Mello - 26/09/2022 11h24 | atualizado em 26/09/2022 11h49

Bolsonaro fez live em local “desconhecido” Foto: Reprodução/Vídeo redes sociais

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Benedito Gonçalves decidiu manter a proibição das lives do presidente Jair Bolsonaro (PL) nos Palácios da Alvorada e do Planalto, para fins eleitorais. A decisão foi neste domingo (25), em negativa ao recurso da campanha do presidente.

Para pedir a revogação da liminar, os advogados da campanha usaram dois argumentos. O primeiro é que o Palácio da Alvorada “é, por força do ordenamento pátrio em vigor, a casa do presidente da República”.

O segundo é que “todos os cômodos da residência são alcançados pela inviolabilidade de domicílio e pela proteção à vida privada, em favor de todos os seus moradores”.

O ministro refutou os argumentos porque “o caso não versa sobre atos da vida privada do presidente da República ou da intimidade de seu convívio familiar no Palácio da Alvorada, mas sobre a destinação do bem público para a prática de ato de propaganda explícita, com pedido de votos para si e terceiros”.

Benedito Gonçalves anda citou a Lei 9.504/97, que proíbe que “bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União” sejam usados “em benefício de candidato”.

– Ante o exposto, prestados os pertinentes esclarecimentos suscitados pelos investigados, indefiro o requerimento de revogação da liminar, que fica mantida em todos os seus termos – declarou o magistrado.

Caso Bolsonaro descumpra a ordem, o ministro determinou uma multa de R$ 20 mil.

Leia também1 Jair Bolsonaro faz live e critica decisão do TSE
2 Filha de Silvio Santos manifesta apoio a Bolsonaro: "Capitão"
3 Eduardo mostra Meloni com slogan “Deus, pátria e família”
4 Cármen Lúcia ordena remoção de outdoors pró-Bolsonaro no DF
5 Delegados da PF denunciam Moraes por 'abuso de autoridade'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.