Leia também:
X Campanha confirma suspensão do plano de governo de Lula

TSE manda tirar do ar live de Jair Bolsonaro no Alvorada

Corregedor-geral também proibiu que o candidato à reeleição use recursos e instalações públicas para fazer transmissões com cunho eleitoral

Pleno.News - 24/09/2022 14h49 | atualizado em 26/09/2022 14h24

Presidente Jair Bolsonaro durante live Foto: Reprodução / Youtube

O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Benedito Gonçalves, mandou tirar do ar a live que o presidente Jair Bolsonaro fez na última quarta-feira (21). O chefe do Executivo teria feito, durante a transmissão ao vivo, propaganda eleitoral para aliados usando a estrutura do Palácio da Alvorada.

Em decisão liminar (provisória), proferida nesta sexta (23), o magistrado também proibiu que o candidato à reeleição use recursos e instalações públicas para fazer transmissões com cunho eleitoral.

– Os indícios até aqui reunidos indicam que, no caso, tanto o imóvel destinado à residência oficial do presidente da República quanto os serviços de tradução para libras custeados com recursos públicos foram destinados à produção de material de campanha. Trata-se, ademais, de recursos inacessíveis a qualquer dos demais competidores – escreveu Gonçalves.

A decisão atende a pedido formulado pelo PDT, que moveu ação pedindo ainda que seja declarada a inelegibilidade e a cassação do registro da candidatura de Bolsonaro. O mérito das solicitações ainda será analisado pelo TSE.

A liminar barra uma estratégia eleitoral lançada por Bolsonaro para os últimos dias até o primeiro turno da votação. O mandatário prometeu tornar diárias as transmissões ao vivo que realiza às quintas-feiras para sua comunicação institucional.

*AE

Leia também1 PT escala Marina e Alckmin na busca pelo voto evangélico
2 TSE proíbe filtro "Prefiro Lula" após Ciro apontar plágio
3 Weintraub diz que votará nulo: “Bolsonarismo é uma doença”
4 Mendonça libera matérias sobre imóveis da família Bolsonaro
5 Lula é desmentido após dar desculpa para "fugir" de debate no SBT

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.