Leia também:
X Romário diz que não fica “em cima do muro” e apoia Bolsonaro

TSE ordena remoção de site criado pela campanha de Lula

Decisão atendeu a um pedido da coligação do presidente Jair Bolsonaro

Pleno.News - 20/09/2022 13h22 | atualizado em 20/09/2022 14h15

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: EFE/ Juan Ignacio Roncoroni

Nesta segunda-feira (19), a Justiça Eleitoral ordenou a remoção de um site da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que se passa por uma agência de checagem de notícias. As informações são do UOL.

A determinação acatou um pedido feito pela coligação do presidente Jair Bolsonaro (PL). A decisão é da ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo a magistrada, o site pratica “falseamento de identidade” e “escamoteia a verdade”.

– Ao contrário da transparência, da lealdade e da boa-fé, vislumbro deliberada construção do sítio para dar a falsa aparência de uma agência independente e neutra de checagem de fatos, com a consequente submissão do usuário e da usuária à propaganda eleitoral sem seu conhecimento, seu consentimento ou mesmo sem sua filtragem ideológica – apontou a ministra.

Leia também1 Roberto Jefferson quer Forças Armadas agindo contra o STF
2 "Se você deixar, o PT bate sua carteira", diz Ciro Gomes
3 Corregedor proíbe Bolsonaro de usar imagens de Londres
4 Paulo Guedes aponta: 'A América Latina está desmanchando'
5 Flavio ironiza Lula por dizer que "profissão mais honesta é a do político"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.