Leia também:
X TSE mantém proibição de uso do 7 de Setembro por Bolsonaro

TSE confirma decisão de retirar vídeos em que Lula pediu votos

Plenário confirmou determinação, nesta terça-feira

Pleno.News - 14/09/2022 07h56 | atualizado em 14/09/2022 11h44

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Lula Foto: Bruno Ulivieri/ AgNews

Nesta terça-feira (13), o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a decisão da ministra Maria Claudia Bucchianeri, que ordenou a retirada de vídeos em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece pedindo votos durante um evento em Teresina, Piauí. As informações são do jornal O Globo.

A decisão da magistrada ocorreu no dia 5 de agosto. Ela atendeu a um pedido do PDT, que alegou propaganda eleitoral antecipada.

– Pelo atual modelo legal, o pré-candidato pode muito, mas não pode pedir voto explicitamente, situação que, ao que parece, é objeto desta representação, a autorizar o deferimento do pedido de medida liminar formulado pelo autor – apontou a ministra.

Na decisão, ela estipulou um prazo de 24 horas para que Facebook, Instagram e YouTube retirassem os vídeos do ar, o que foi cumprido. No entanto, a magistrada permitiu que vídeos de Lula em Teresina sejam usados desde que sem o trecho com pedido explícito de votos.

Leia também1 TSE mantém proibição de uso do 7 de Setembro por Bolsonaro
2 Bolsonaro gosta da pesquisa nas ruas, revela ministro Fábio Faria
3 TSE atende a militares e aprova teste em urnas no dia da eleição
4 Jair Bolsonaro vai ao Ratinho e mostra feitos de seu governo
5 TSE rejeita pedido de Soraya Thronicke por sabatina no JN

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.