A Tribunal, grupos acusam Bolsonaro de incitar genocídio

Presidente foi denunciado por ativistas brasileiros que alegam "crimes contra a humanidade"

Pleno.News - 28/11/2019 11h33

Presidente Jair Bolsonaro foi denunciado por tribunal internacional Foto: PR/Carolina Antunes

O presidente Jair Bolsonaro foi denunciado pelo Tribunal Penal Internacional nesta quarta-feira (27). O órgão alega que o líder do Executivo cometeu crimes contra a humanidade por “incitar o genocídio e fazer ataques sistemáticos aos povos indígenas”.

– Desde o início de seu governo, o presidente Jair Bolsonaro incitou violações e violência contra populações indígenas e tradicionais, enfraqueceu instituições de controle e fiscalização, demitiu pesquisadores laureados de órgãos de pesquisa e foi flagrantemente omisso na resposta aos crimes ambientais na Amazônia, entre outras ações que alçaram a situação a um ponto de alerta mundial – diz o documento.

As alegações foram assinadas pela Comissão Arns, presidida pela socióloga Margarida Genevois. O Coletivo de Advogados em Direitos Humanos também assina a denúncia. Esse é encabeçado pela advogada Eloísa Machado de Almeida.

A denúncia ainda não foi avaliada pelo tribunal e pode não ser levada adiante.

Segundo o portal O Antagonista, ambos são defensores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Eloísa já participou de audiência pública no Senado Federal e se manifestou contra a criminalização do aborto.

– A proteção jurídica se dá com a noção de personalidade que começa com o nascimento. Há algo em ser humano que precisa ser preservado, o nome disso é autonomia. O direito à vida é inviolável e deve ser garantido pelo Estado. Vida após o nascimento (e não intra-uterina): é essa a vida que a Constituição Brasileira protege. O direito inviolável à vida é para a constituição o que o sagrado é para religião – afirmou, na ocasião.

LEIA TAMBÉM+ Em culto, Jair Bolsonaro fala de ministro evangélico no STF
+ Bolsonaro comenta dólar: "Dei carta branca para Guedes"
+ Em evento, Bolsonaro critica políticas ambientalistas


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo