Leia também:
X Juiz que prendeu Ribeiro estaria sofrendo “centenas de ameaças”

TikTok acusa Moraes de “grave censura” por bloqueio do PCO

Rede social acatou decisão do ministro, mas sob protesto

Monique Mello - 23/06/2022 14h26 | atualizado em 23/06/2022 14h50

Alexandre de Moraes Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O TikTok cumpriu a decisão de Alexandre de Moraes de bloquear a conta do Partido da Causa Operária (PCO) na plataforma, mas não sem fazer questionamentos e críticas ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os advogados do TikTok afirmam que o PCO é “partido político regularmente constituído”. No documento enviado ao ministro, a plataforma diz que o despacho não indicou nenhum conteúdo na plataforma que conteria ilícitos, além de acusar a decisão de Moraes de ferir “gravemente” garantias constitucionais.

– Não há qualquer indicação de URL de conteúdos no TikTok que, analisados por esta C. Corte, conteriam eventuais ilícitos (…). A determinação de bloqueio integral da conta com todo o conteúdo produzido por partido político regularmente constituído, fere gravemente as garantias constitucionais de liberdade de expressão e de acesso à informação, da vedação à censura prévia (arts. 5º, IV, IX, XIV e ainda 220, caput e § 2º da CF) e de interferência mínima no debate democrático (art. 38 da Res. 23.610/2019, do C. TSE) – diz a petição.

O PCO é acusado de atacar ministros da Suprema Corte e, por esse motivo, está na mira do inquérito das fake news, cujo Moraes é relator. A inclusão do partido na apuração ocorre após a sigla chamar o magistrado de “skinhead de toga” e defender a dissolução do STF.

Leia também1 Presidente do PCO fala em golpe de Moraes contra Bolsonaro
2 Juiz que prendeu Ribeiro estaria sofrendo "centenas de ameaças"
3 Senado chama Barroso e Moraes para debater ativismo judicial
4 Moraes multa Silveira mais uma vez, e total já chega a R$ 975 mil
5 Petrobras pede a Mendonça mais tempo para explicar reajuste

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.