Leia também:
X Moro: MP pede investigação por mudança de domicílio eleitoral

“Tentaram nos roubar lá atrás pelas armas, hoje pelas canetas”

Presidente discursou em defesa da liberdade durante evento em São Paulo

Paulo Moura - 17/05/2022 08h24 | atualizado em 17/05/2022 09h02

Bolsonaro durante discurso em São Paulo Foto: PR/Isac Nóbrega

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, na tarde desta segunda-feira (16), em um discurso enérgico, que o “que tentaram nos roubar em 64” por meio das armas, hoje é feito “pelas canetas”. A fala do líder fez parte de uma série de declarações que ele deu durante a abertura da 36ª Edição da APAS Show, em São Paulo, onde se manifestou em defesa da liberdade.

– O que tentaram nos roubar em 64, tentam nos roubar agora – lá atrás pelas armas, hoje pelas canetas – declarou.

Durante seu discurso, o presidente ainda afirmou que se sente “um prisioneiro sem tornozeleira eletrônica” no Palácio da Alvorada, residência oficial do chefe do Executivo, mas destacou que seu papel é tentar mudar o país e que não tem “outra alternativa”.

– Estou lá no Palácio da Alvorada. Eu me sinto um prisioneiro sem tornozeleira eletrônica, mas entendo que isso é uma missão. Nós temos que tentar mudar o Brasil e não temos outra alternativa -afirmou Bolsonaro.

Leia também1 Moro: MP pede investigação por mudança de domicílio eleitoral
2 Ciclone se intensifica e pode virar furacão no Sul do Brasil
3 Schmütz é criticada na web por comentário sobre Juliette
4 Namorada de ator morto se manifesta após pai ser preso
5 STJ julga processo sobre cartão corporativo de Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.