Leia também:
X STJ nega habeas corpus coletivo a caminhoneiros na Esplanada

“Tenho vergonha do jornalismo da Globo”, dispara Bolsonaro

Presidente criticou abordagem da emissora sobre assuntos do governo

Gabriela Doria - 10/09/2021 10h29 | atualizado em 10/09/2021 10h50

Presidente Jair Bolsonaro criticou cobertura da TV Globo Foto: Divulgação/Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro disparou críticas à TV Globo na transmissão ao vivo de quinta-feira (9) à noite. Na primeira live após as grandes manifestações do dia 7 de setembro, Bolsonaro criticou a cobertura da emissora carioca, que classificou os protestos como “atos antidemocráticos”.

– Foi uma manifestação pacífica, como todas as anteriores, feitas pelos mesmos grupos de pessoas. Agora, grande parte da imprensa bateu na tecla “atos antidemocráticos”. E teve uma grande rede de televisão que mostrou uma minoria perdida pelo Brasil com camisa vermelha – declarou

O presidente ainda citou diretamente o apresentador William Bonner, âncora e editor-chefe do Jornal Nacional.

– Globo mostrou como atos democráticos. E mais ainda, a Globo diz… Dá até vergonha. Uma vez encontrei com o Bonner numa escola, no Rio de Janeiro, conversei rapidamente com ele. Deve ter uns 10 anos isso aí. E, agora, a gente vê o Bonner falando “Bolsonaro liderando os atos antidemocráticos” – lembrou.

Bolsonaro também rebateu o apresentador, que insiste nas críticas à falta de vacinas.

– Vacina? Ô Bonner, o país tá vacinado. Nós somos agora, proporcionalmente, o terceiro país que mais vacinou no mundo. Se a questão da Covid for resolvida com vacina, estamos no caminho certo – afirmou.

Em seguida, disparou:

– Eu tenho vergonha do jornalismo da Globo. Do jornalismo e de outros programas também. Quem sabe, um dia, a Globo caia na real e se curve à realidade. Não gostar de mim não tem problema nenhum. Agora, deturpar, mentir, fake news o tempo todo, mentira em cima de mentira. A imprensa nossa, lamentavelmente, é uma fábrica de fake news, em especial a Globo – reclamou.

Leia também1 STJ nega habeas corpus coletivo a caminhoneiros na Esplanada
2 Nelson Piquet se mantém firme: "Sou Bolsonaro até a morte"
3 Barroso 'não convence ninguém' ao defender urnas, diz Bolsonaro
4 'A bronca dos caminhoneiros é com o STF', diz deputado
5 Bolsonaro e Alexandre de Moraes marcam encontro, diz colunista

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.