Leia também:
X À Polícia Federal, Bolsonaro diz que exerceu ‘direito de ausência’

TCU nega pedido para que Coaf forneça informações sobre Moro

Ministro Bruno Dantas afirmou que a medida só pode ser adotada "quando esgotadas todas as demais ferramentas"

Paulo Moura - 29/01/2022 15h42 | atualizado em 29/01/2022 15h46

Sergio Moro Foto: PR/Alan Santos

O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), rejeitou o pedido do subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público, para que o Banco Central e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) fornecessem informações sobre o salário do ex-juiz Sergio Moro na consultoria da Alvarez & Marsal.

De acordo com Dantas, medidas desse tipo só devem ocorrer, ainda que o TCU possa solicitar as informações, “quando esgotadas todas as demais ferramentas à disposição” do tribunal. Na decisão, o ministro ainda pediu que o setor de inteligência da Corte prepare um relatório sobre o vínculo de Moro com a consultoria.

– Determino à Segecex que busque nas bases de dados e sistemas disponíveis para acesso deste tribunal todas as informações que possam guardar relação com o vínculo estabelecido entre o ex-juiz Sergio Moro e a Alvarez & Marsal, ou ainda com outras empresas envolvidas na Operação Lava Jato – ressalta o despacho.

Sobre seu salário, Moro divulgou, durante uma transmissão ao vivo feita nesta sexta-feira (28), que recebeu cerca de R$ 240 mil por mês na consultoria da Alvarez & Marsal. De acordo com o pré-candidato à Presidência da República, o montante depositado mensalmente para ele entre 2020 e 2021 foi de 45 mil dólares, o equivalente a R$ 241,65 mil.

Atualmente, o TCU investiga se Moro cometeu irregularidades no período em que trabalhou para a Alvarez & Marsal. A consultoria recebeu 78% de seus honorários de empresas que foram alvos da Lava Jato. Dos R$ 83,5 milhões auferidos pela Alvarez em processos de recuperação judicial e falência, R$ 65,1 milhões vieram de alvos da operação.

Leia também1 Filhas de Ludmila Ferber agradecem pelas manifestações de amor
2 À Polícia Federal, Bolsonaro diz que exerceu 'direito de ausência'
3 Militares 'cobram' explicações do TSE sobre as urnas eletrônicas
4 Congresso conservador terá participação de Allan dos Santos
5 Gilmar envia à PGR pedido de investigação contra Queiroga

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.