Leia também:
X USP terá que pagar R$ 500 mil a pais de aluno morto em elevador

TCU irá investigar gastos com cartão corporativo de Bolsonaro

Corte de contas abriu inquérito após pedido feito pelo senador Fabiano Contarato

Pleno.News - 03/02/2022 17h56 | atualizado em 03/02/2022 18h29

Presidente da República, Jair Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu abrir uma investigação sobre os gastos do presidente Jair Bolsonaro com o cartão corporativo. A medida atende a um pedido feito pelo senador Fabiano Contarato (PT-ES).

No pedido, o parlamentar falou em um “aumento considerável” das despesas no cartão , o que “levantou suspeitas” de um possível uso indevido de recursos públicos. Com isso, o TCU ficará responsável por apurar “possíveis irregularidades na publicidade e nos gastos” com o cartão corporativo.

Em seu pedido de investigação, Contarato apontou ainda que a “atual gestão vem utilizando os cartões corporativos de modo indiscriminado e com pouca responsabilidade fiscal, o que contrasta com a grave situação em que vivem as contas públicas do governo federal”.

O parlamentar também afirmou que, “entre 2019 e 2021, ou seja, em um período de 3 anos foram gastos aproximadamente R$ 30 milhões, um valor 19% superior ao despendido nos 4 anos do governo anterior, considerando as gestões dos ex-presidentes Dilma Rousseff e Michel Temer”.

De acordo com o portal Metrópoles, o responsável pela apuração será o ministro Antonio Anastasia.

Leia também1 Bolsonaro sobre atritos com Pedro Castillo: "Tudo superado"
2 Justiça condena Eustáquio a indenizar em R$ 10 mil o PSOL
3 Bolsonaro revela: "11 ministros deixarão o governo em março"
4 Lula "culpa" Bolsonaro por morte de jovem congolês no Rio
5 Bolsonaro ignora 'ameaças' e avisa: 'Se Biden me convidar, vou aos EUA'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.