Leia também:
X No Ceará, cantora é presa por importunação sexual

TCU investiga documentos de acordo homologado por Moro

Documentos que "desapareceram" fazem parte de um acordo de leniência firmado pela empreiteira Andrade Gutierrez com a Justiça

Paulo Moura - 08/02/2022 11h52 | atualizado em 08/02/2022 12h13

Ex-ministro da Justiça Sergio Moro Foto: PR/Isac Nóbrega

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro será alvo de uma nova apuração determinada pelo ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), que desta vez visa apurar o sumiço de documentos de um acordo de leniência firmado pela empreiteira Andrade Gutierrez com a Justiça e que foi homologado pelo ex-juiz em 2016.

Dantas, que já é o relator de um processo que apura os ganhos recebidos por Moro da consultoria Alvarez & Marsal, diz que “o desaparecimento de documentos é fato que merece apuração, inclusive para que não se torne algo corriqueiro”.

Os papéis “desaparecidos” foram entregues pela própria construtora ao tribunal como parte de sua defesa em investigações em que é acusada de irregularidades na construção de obras como a usina de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Entretanto, alguns documentos desapareceram na Secretaria Extraordinária de Infraestrutura (Seinfra Operações), a mesma que defende o arquivamento de outro processo, o que investiga a atuação de Moro na consultoria Alvarez & Marsal.

Leia também1 Bolsonaro fala sobre reunião "relâmpago" com ministros
2 Ladrão morre após bater carro roubado em árvore
3 Conselheiro científico de Biden decide renunciar após denúncia
4 Bento XVI pede desculpas por abusos e erros dentro da igreja
5 Ciro Nogueira prevê que Moro virará candidato a deputado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.