Leia também:
X Filipe Barros compara Moraes com o governo chinês

Tarcísio de Freitas apresenta três secretários para o governo de SP

Também foi anunciado o novo presidente do Instituto Butantan e a nova Procuradoria-Geral do Estado

Leiliane Lopes - 30/11/2022 20h18 | atualizado em 01/12/2022 10h46

Guilherme Derrite, Roberto de Lucena e Gilberto Kassab Foto: Vinícius Rosa

Nesta quarta-feira (30), o governador eleito de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), através do coordenador-geral de transição, Guilherme Afif Domingos, apresentou três secretários que assumirão em 2023.

São eles Guilherme Derrite para a Segurança Pública, Roberto de Lucena para a secretaria de Turismo e Gilberto Kassab para a secretaria de Governo.

O deputado federal reeleito Guilherme Derrite é Oficial da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), comandou o Pelotão de Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), de 2010 a 2013, e o Pelotão de Força Tática no 49° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano em 2013.

Roberto de Lucena é deputado federal e não foi reeleito. Ele já assumiu os cargos de vice-presidente da Comissão do Turismo da Câmara dos Deputados e é membro da Frente Parlamentar do Turismo no Congresso Nacional.

Já Gilberto Kassab foi prefeito de São Paulo, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (2016 a 2018) e ministro das Cidades (2015 a 2016). Também exerceu o cargo de deputado federal por São Paulo em duas oportunidades.

OUTROS NOMES

Esper Kallás e Inês Coimbra Foto: Vinícius Rosa

Também foram anunciados o médico infectologista Esper Kallás como novo presidente do Instituto Butantan e Inês Coimbra foi reconduzida para a Procuradoria-Geral do Estado.

Dr. Esper G. Kallás é médico infectologista, professor Titular do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo. Ele também coordena o Centro de Pesquisas Clínicas do Hospital das Clínicas da FMUSP e é vice-coordenador da Comissão de Pesquisa da FMUSP. Coordena o ambulatório de HIV e AIDS do HC FMUSP, que assiste a mais de 4 mil pessoas para tratamento e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis.

Inês Coimbra, por sua vez, é advogada, mestre em Direito do Estado pela PUC-SP e professora do curso de especialização em Direito Administrativo da instituição. Procuradora estadual de carreira há 18 anos com atuação nas áreas de regularização fundiária e imobiliário, saúde, habitação popular, concessões e PPPs. Em 2022, foi nomeada procuradora-geral do estado, sendo a primeira mulher negra a ocupar o cargo.

Leia também1 Alesp vota e aprova aumento de 50% no salário do governador
2 Kassab: Lula pode "apanhar" por causa das consequências da PEC
3 Tarcísio escolhe capitão da PM como secretário da Segurança
4 Gilberto Kassab será secretário e articulador político de Tarcísio
5 SP: Estudo sobre tarifa zero deve ser entregue em 60 dias

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.