Leia também:
X PA: Justiça confisca R$ 2 milhões de Helder Barbalho e de mais 10

Tabata Amaral vota a favor de aulas presenciais e é ‘detonada’ pela esquerda

"Estou cansada das redes sociais", desabafou a deputada

Monique Mello - 14/04/2021 17h57 | atualizado em 14/04/2021 18h35

Deputada Tabata Amaral desabafa nas redes sociais Foto: Reprodução/Twitter Tabata Amaral

No final da tarde desta terça-feira (13), a Câmara dos Deputados aprovou requerimento de urgência para o projeto que declara essenciais as aulas presenciais na educação básica e no ensino superior nas redes pública e privada, inclusive durante a pandemia.

A deputada e ativista Tabata Amaral (PDT-SP) estava entre os parlamentares que votaram a favor do requerimento. Sua posição inclusive se opôs ao PDT, seu partido, cuja maioria da bancada foi contra a urgência do projeto. Não demorou para que ela recebesse centenas de críticas de internautas e de outros parlamentares, sobretudo progressistas dos partidos PT, PSOL, PCdoB.

No Twitter, Tabata divulgou um vídeo no qual desabafa sobre os ataques e explica as razões de seu voto.

De acordo com a deputada, as escolas deveriam ser as últimas a fechar e as primeiras a abrir na pandemia.

– Desde o começo da pandemia que eu defendo que a educação é, sim, uma atividade essencial, que as escolas deveriam ser as últimas a fechar e as primeiras a abrir. Sabe por quê? Porque eu vim da periferia, porque tem coisas que são lindas na teoria, mas que simplesmente não condizem com a realidade – afirma Tabata.

– Quem já andou no meio de uma favela, no meio de uma ocupação, como eu faço toda semana, sabe que esses meninos não estão seguros fora da escola – complementa a parlamentar.

 

 

Leia também1 Câmara aprova urgência de PL que torna educação essencial
2 Senadora do PSL testa positivo para o novo coronavírus
3 São Paulo começa a vacinar profissionais da educação
4 Covas tenta lançar plano próprio de vacinação contra Covid-19
5 STF confirma decisão de Barroso por abertura de CPI da Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.