Leia também:
X Criança vítima de maus-tratos é resgatada comendo fezes de cão

STF seguirá no seu propósito seja qual for o preço a pagar, diz Fux

Em discurso, presidente do Supremo apontou que a Corte está contribuindo para a "estabilidade institucional do Brasil e sua retomada econômica"

Henrique Gimenes - 22/09/2021 15h06 | atualizado em 22/09/2021 16h19

Ministro Luiz Fux, presidente do STF Foto: Fellipe Sampaio/STF

Nesta quarta-feira (22), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, disse que não há “espaço para o desânimo” por parte da Corte e ressaltou que o Supremo irá seguir firme em seu propósito, “qualquer que seja o preço político” que tenha de pagar. As declarações foram dadas por ele ao falar sobre os feitos de sua gestão na presidência da Corte.

Fux completou um ano no comando do STF no dia 10 de setembro e decidiu fazer um discurso nesta quarta, para prestar contas de sua gestão. Aos presentes, o ministro citou os inúmeros desafios enfrentados pela Corte e também a pandemia de Covid-19.

– Na qualidade de presidente desta Suprema Corte, impõe-se me externar que, mesmo diante de todo o sofrimento vivenciado pelo povo brasileiro durante esse período de pandemia, mesmo diante dos inúmeros desafios político-institucionais enfrentados, nunca houve – e nem haverá – qualquer espaço para o desânimo por parte deste Tribunal, porquanto seguimos conscientes e firmes no nosso propósito de salvaguardar o regime democrático e a higidez do texto constitucional, qualquer que seja o preço político que tenhamos de pagar – ressaltou.

Ao longo de seu discurso, Fux também ressaltou que o STF tem “contribuído para a estabilidade institucional do Brasil e sua retomada econômica”.

Leia também1 STF: Estados podem vacinar adolescentes sem aval da Saúde
2 Jornalista preso por Moraes não come há 18 dias; esposa faz apelo
3 Alexandre de Moraes decide manter prisão de Zé Trovão
4 Lewandowski cobra Alcolumbre sobre a sabatina de Mendonça
5 Fux tenta "destravar" sabatina e liga para Pacheco e Alcolumbre

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.