Leia também:
X Renan Bolsonaro está com Covid-19, garante colunista

STF nega pedido para afastar Paulo Guedes do cargo

Pedido de afastamento temporário do ministro da Economia foi apresentado pelo PDT

Henrique Gimenes - 14/08/2020 14h36 | atualizado em 14/08/2020 15h22

Ministro da Economia, Paulo Guedes Foto: Agência Brasil/Antônio Cruz

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou um pedido apresentado pelo PDT para afastar o ministro da Economia, Paulo Guedes, do cargo. O partido entrou com a ação devido às investigações da operação Greenfield, que investiga supostas fraudes em fundos de pensão.

Na solicitação, o PDT queria que Guedes fosse afastado temporariamente do Posto até a conclusão das investigações. Guedes era sócio, antes de entrar no governo, de uma gestora que teria cometido as supostas fraudes nos fundos.

Em sua decisão, Marco Aurélio Mello ressaltou que o recurso apresentado pelo PDT, uma arguição de descumprimento de preceito fundamental, já que a ADPF é “instrumento nobre de controle abstrato de excepcionalidade maior, destinado à preservação de norma nuclear da Carta da República”.

Já o PDT havia apontado que ” são vários os órgãos subordinados à estrutura Ministério da Economia e outros órgãos federais alvos de investigação, que estão sob a influência e interferência do Senhor Paulo Roberto Nunes Guedes”.

Leia também1 Major Olímpio é criticado por preferir Lula a Bolsonaro
2 Bolsonaro defende que escola não forme apenas 'militantes'
3 Eduardo: "Felipe Neto não preocupa politicamente"
4 CNN "admite" popularidade de Bolsonaro na Região Nordeste
5 Bolsonaro recebe homenagem e inaugura escola militar no RJ

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.