Leia também:
X PF defende que TSE transfira a segurança das urnas para a Abin

STF nega ação do PT para manter diplomatas de Maduro no Brasil

Partido foi ao Supremo após o governo de Jair Bolsonaro decidir banir os diplomatas

Henrique Gimenes - 01/10/2021 17h09 | atualizado em 01/10/2021 17h42

STF rejeitou pedido do PT para manter diplomatas de Maduro no Brasil Foto: Arte/Pleno.News

Uma notícia ruim para o Partido dos Trabalhadores (PT) e para o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro: o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou um pedido do PT para manter no Brasil diplomatas de Maduro que foram banidos pelo governo de Jair Bolsonaro.

Ao acionar o Supremo, o PT apontou que “Jair Bolsonaro, em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores”, considerou “funcionários diplomáticos venezuelanos personae non gratae em território nacional, impedindo-os [de] exercer a função consular que lhes é conferida pelo governo de seu país”.

O partido ressaltou ainda que a medida foi um “ato de hostilidade do governo brasileiro contra diplomatas venezuelanos” e uma “ofensa ao princípio da não intervenção e à integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina”.

A relatora do pedido foi a ministra Cármen Lúcia, que rejeitou a solicitação e apontou que “não cabe ao Poder Judiciário substituir-se ao presidente da República nas decisões políticas acerca das relações internacionais do país e, no particular, da desacreditação de diplomatas estrangeiros. Os pacientes, há mais de 1 ano, deixaram de ser oficialmente reconhecidos pelo Estado brasileiro como membros oficiais da missão diplomática e repartições consulares da República Bolivariana da Venezuela […] Cumpre aos pacientes o dever legal de regularização das respectivas situações migratórias, nos termos da Lei de Imigração”.

Leia também1 PF defende que TSE transfira a segurança das urnas para a Abin
2 STF: Espera de André Mendonça por sabatina já superou recorde e chega próximo de 100 dias
3 Vento derruba estrutura que iria receber Bolsonaro em Maringá
4 General Santos Cruz afirma que será candidato em 2022
5 Renan quer "culpar" Bolsonaro por mortes na pandemia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.