Leia também:
X Ciro Gomes diz que Lula não tem condições de falar em corrupção

STF define data para julgar ação contra Roberto Jefferson

Corte decidirá "o destino" do aliado do presidente Jair Bolsonaro no dia 17 de junho

Henrique Gimenes - 08/06/2022 15h05 | atualizado em 08/06/2022 15h28

Roberto Jefferson Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Neste mês, o Supremo Tribunal Federal (STF) irá julgar mais uma ação contra um aliado do presidente Jair Bolsonaro. A Corte marcou o dia de 17 de junho para retomar o julgamento de uma denúncia contra o ex-deputado Roberto Jefferson.

Ele foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República por crimes de homofobia, incitação ao crime de calúnia e difamação contra integrantes do Congresso Nacional e do próprio STF.

Em fevereiro, o STF julgou e formou a maioria para tornar réu o ex-deputado. O caso foi relatado por Moraes, que apontou que Jefferson “se ocupou de indicar a gravidade das manifestações do denunciado, consignando que os discursos por ele proferidos atentam fortemente contra o Estado Democrático, possuindo brutal potencial lesivo às instituições democráticas, pois tiveram o intuito de tentar impedir o livre exercício do Poder Legislativo”.

Na ocasião, o ministro Nunes Marques pediu vista, o que adiou a análise da ação.

O julgamento ocorrerá por meio do plenário virtual e irá durar do dia 17 até o dia 24 deste mês.

Jefferson chegou a passar um tempo preso na Penitenciária de Bangu por decisão de Moraes, no âmbito do inquérito sobre uma suposta milícia digital que atentaria contra a democracia. Em janeiro deste ano, no entanto, o ex-deputado foi liberado para a prisão domiciliar.

Leia também1 Bolsonaro critica o STF e defende que página do PCO "fique aberta"
2 Para maioria dos eleitores, Lula foi condenado justamente
3 "Nós não vamos fazer papel de idiotas", afirma Bolsonaro
4 "Fui do tempo em que decisão do STF se cumpria. Não sou mais"
5 Bolsonaro critica decisão do STF sobre Francischini: 'Tenho a obrigação de agir. Não vou viver como um rato'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.