Leia também:
X Covid: Governo lamenta mortes e se solidariza com as famílias

STF dá 5 dias para Pazuello falar sobre seringas e agulhas

Ministro da Saúde deverá comprovar estoques dos insumos destinados à vacinação contra a Covid-19

Pleno.News - 07/01/2021 20h58 | atualizado em 08/01/2021 10h09

Ministro Ricardo Lewandowski, do STF, e ministro da Saúde, Eduardo Pazuello Foto: Reprodução

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), intimou nesta quinta-feira (7) o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para que ele apresente, dentro de um prazo de cinco dias, informações sobre os insumos necessários à vacinação contra a Covid-19.

A determinação foi divulgada no momento em que Pazuello dava uma coletiva de imprensa para falar sobre a imunização da população brasileira contra o novo coronavírus.

A decisão do ministro foi tomada após o partido Rede Sustentabilidade alegar ao Supremo que o governo federal, “além de não ter iniciado a vacinação, está lançando obstáculos ao adequado emprego das vacinas que devem ser adquiridas”.

De acordo com a legenda, “esses obstáculos se materializam na possível ausência de insumos como seringas e agulhas”.

O partido apontou ainda que “chega a ser contraditório que o governo federal tenha zerado o imposto de importação de seringas e agulhas e proíba a exportação de seringas e agulhas, mas deixe de adquirir, a tempo e a contento, os citados insumos para iniciar a vacinação da população brasileira”.

*Estadão

Leia também1 Covid: Governo lamenta mortes e se solidariza com as famílias
2 Pazuello fala em compra de 100 milhões de doses da CoronaVac
3 Anvisa: Butatan não pediu uso emergencial durante reunião
4 Eficácia da CoronaVac é de 78%, apontam estudos feitos no Brasil
5 Pazuello: 'Brasil está preparado para vacinação contra a Covid'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.