Leia também:
X Telegram tenta recorrer da suspensão que já passa de 24h

STF adia conclusão sobre indulto de Jair Bolsonaro a Silveira

Apenas as partes foram ouvidas na sessão desta quinta-feira

Pleno.News - 27/04/2023 21h51 | atualizado em 28/04/2023 11h28

Daniel Silveira Foto: Câmara dos Deputados/Reila Maria

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou para a próxima quarta-feira (3) a conclusão do julgamento sobre a legalidade do indulto concedido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro ao então deputado federal Daniel Silveira.

O caso começou a ser analisado na sessão desta quinta-feira (27), mas somente as partes do processo foram ouvidas pela Corte. Nenhum ministro chegou a proferir voto.

Em maio do ano passado, Bolsonaro assinou um decreto concedendo graça constitucional à pena do ex-deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ).

O decreto foi editado em 21 de abril, um dia após o parlamentar ter sido condenado pelo Supremo a oito anos e nove meses de prisão por tentativa de impedir o livre exercício dos poderes e coação no curso do processo que responde por ataques virtuais à Corte.

PGR DEFENDE A PRERROGATIVA DO PRESIDENTE
Durante a sessão desta quinta-feira (27), o procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu o ato de Bolsonaro e entendeu que a clemência soberana é um ato político do presidente da República e deve ser preservado.

Aras afirmou que a própria PGR pediu a condenação de Silveira e pretendia ver a execução da pena, porém, segundo o procurador, o indulto está previsto na Constituição.

– O ato impugnado não violou os limites materiais expressamente influenciados e lançados pelo Constituinte. Não perdoou crime de tortura, tráfico de entorpecentes, terrorismo e os definidos como hediondos – declarou.

Daniel Silveira está preso por descumprir regras da prisão domiciliar. A ordem de prisão foi dada pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, após o ex-deputado danificar a tornozeleira eletrônica que é obrigado a usar, e criticar o Supremo e o sistema eleitoral brasileiro, em vídeos divulgados na internet e em discurso na Câmara dos Deputados.

*Agência Brasil

Leia também1 Advogado de Daniel Silveira faz denúncias contra Moraes
2 Moraes mantém Daniel Silveira preso e com contas bloqueadas
3 Ex-deputado Daniel Silveira é transferido para o Bangu 8
4 Em editorial, Estadão dispara críticas contra Moraes, do STF
5 "É ditadura descarada", diz Silas Malafaia sobre atos de Moraes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.