Leia também:
X Bolsonaro sobre Barroso: ‘Não quero acusá-lo de nada, mas algo esquisito acontece’

Sérgio Reis chama o povo para ato que visa defender Bolsonaro e salvar o Brasil

"Estamos fazendo um movimento para salvar o nosso país", destacou o cantor

Pleno.News - 29/07/2021 20h41 | atualizado em 29/07/2021 21h10

Sérgio Reis Foto: Reprodução

O cantor e ex-deputado federal Sérgio Reis ganhou destaque nas redes sociais, nesta quinta-feira (29), por conta de um vídeo no qual ele defende o presidente Jair Bolsonaro e convoca a população para um ato, que visa salvar o Brasil.

Na gravação, feita na última terça-feira (27), ele anuncia a realização de um acampamento em Brasília. Segundo ele, o movimento foi criado com caminhoneiros, agricultores e integrantes de outros setores. O ato está previsto para acontecer em setembro.

Sérgio defendeu que o governo federal e o Exército devem tomar posição. Ele ressaltou que o movimento “não quer fazer nada para atrapalhar Bolsonaro”.

– É uma coisa séria, um movimento clássico, sem agressões, sem nada. Queremos dar um jeito e movimentar esse país. Salvar o nosso povo. Estamos organizando, talvez, para 4, 5 ou 6 de setembro; [no] dia 7 não queremos fazer nada para não atrapalhar o nosso capitão Bolsonaro no desfile, que é uma data importante, sem criar tumulto. Vocês que estão a fim de salvar o Brasil, vamos com a gente pra Brasília. (…) É gente da paz. (…) Estamos nos preparando judicialmente para fazer uma coisa séria, para que o governo e o exército tomem posição, mas se o povo não tomar essa posição, nada vai. O convite está feito. Vou estar lá, um monte de artistas e grandes empresários do Brasil que não aguentam mais a situação do nosso Brasil – declarou.

Leia também1 Bolsonaro sobre Barroso: 'Não quero acusá-lo de nada, mas algo esquisito acontece'
2 Presidente do Clube Militar se impõe sobre STF: 'Corte desmoralizada'
3 Barroso diz que apontar fraude é "não aceitar a democracia"
4 Pesquisa aponta Datena em 3º na disputa presidencial
5 BNDES irá expor empréstimos feitos por Lula a ditaduras

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.