Leia também:
X Helicóptero com quase 300 kg de cocaína cai no Pantanal

“Senta na minha cadeira e governa sem voto do Centrão”

Presidente defende sua aproximação com o grupo

Monique Mello - 02/08/2021 18h10 | atualizado em 02/08/2021 18h11

Presidente Jair Bolsonaro Foto: Marcos Corrêa/PR

Em entrevista à rádio ABC de Novo Hamburgo (RS), nesta segunda-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender sua proximidade com o Centrão. O chefe do Executivo tem sido questionado sobre a aliança após a nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil.

O Centrão é o nome dado a um bloco de partidos de centro e centro-direita com poder para mudar o equilíbrio de forças nas duas Casas, especialmente na Câmara dos Deputados. Ele é, basicamente, um grupo formado por 170 a 220 deputados (segundo as estimativas), que se unem para conseguir maior influência no parlamento e defender, de modo conjunto, seus interesses. Ou seja, obter o apoio desses grupos é amplamente estratégico, o que vem sendo defendido pelo presidente.

– Olha, senta na minha cadeira aqui e governe sem o voto de mais metade dos parlamentares, que estão aí do dito Centrão. Governe sem eles – disse Bolsonaro.

– Em 90% do que eu quero fazer em Brasília, eu dependo do Parlamento, como, por exemplo, agora eu preciso corrigir o Bolsa Família. A média está em R$ 192. Como eu vou corrigir? Porque a inflação está aí – complementou.

 

Leia também1 18 ex-presidentes do TSE enviam nota rechaçando voto auditável
2 Bolsonaro diz que Lula "vendeu até a mãe" para seguir no poder
3 Presidentes de partidos sobre atos de domingo: 'Nada muda'
4 Bolsonaro quer partido em que escolha candidatos para SP e RJ
5 Jair Bolsonaro dispara contra Barroso: “Se acha o máximo”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.