Leia também:
X CNN demite Monalisa Perrone, Karnal, Sidney Resende e outros

Senador: Lula está “queimando capital político” com PEC

Senador Alessandro Vieira é autor de proposta alternativa

Thamirys Andrade - 01/12/2022 16h58 | atualizado em 01/12/2022 17h24

Alessandro Vieira Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Alessandro Vieira (PSDB-SE), que declarou voto no até então candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT), avalia que o governo do petista está tendo um começo “atabalhoado”. Em sua visão, o presidente eleito está “queimando” seu “capital político” com a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que visa furar o teto em quase R$ 200 bilhões.

Para ele, Lula não conseguirá obter todo o valor, e isso representará uma derrota no Congresso já no início de seu mandato. Assim, o parlamentar elaborou uma proposta diferente: uma PEC alternativa de R$ 70 bilhões excedentes ao teto para até o mês de junho, quando o governo deveria apresentar uma nova regra fiscal.

– Com todo respeito aos negociadores, não me parece que seja uma boa ideia começar com uma derrota. Na medida em que se apresenta um pedido para espaço fiscal de R$ 200 bilhões e consegue R$ 100 bilhões, não se pode contabilizar isso como uma vitória – avaliou ele, em entrevista ao jornal O Globo.

Para ele, o PT está incorrendo nos “velhos acordos de sempre”.

– Está queimando capital político, ao mesmo tempo em que se omite e passa a mão no orçamento secreto, na eleição do Arthur Lira, na composição dos velhos acordos de sempre. É um começo atabalhoado – completou.

Vieira defende que é necessário equilibrar “responsabilidade fiscal e sensibilidade social” sem cair no “populismo”.

Leia também1 Ibaneis recebe Janja e Alckmin para tratar da posse de Lula
2 Equipe de Lula estuda embargar terras por desmatamento ilegal
3 Ex-diretor da Petrobras na era PT é condenado por fraudes
4 Bolsonaro se reuniu com cúpula do PL antes de ir a evento militar
5 Moraes pede ao TJSP penhora da aposentadoria de Jefferson

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.