Leia também:
X Em live, Temer afirma que não há risco de golpe no Brasil

Senador consegue assinaturas para abrir CPI dos governadores

Eduardo Girão apresentará o pedido a Rodrigo Pacheco após o dia 7 de setembro

Thamirys Andrade - 02/09/2021 17h04 | atualizado em 02/09/2021 17h58

Senador Eduardo Girão Foto: Pedro França/Agência Senado

O senador Eduardo Girão (Podemos) reuniu assinaturas suficientes para solicitar a abertura de uma nova CPI da Covid-19, focada em apurar o uso de recursos públicos repassados a governadores e prefeitos durante a pandemia. Até a noite desta quarta-feira (1°), o documento possuía 30 assinaturas, três a mais que o requisitado. O pedido será apresentado ao presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (DEM), após o feriado de 7 de setembro.

De acordo com Girão, o texto representa “o grito dos excluídos da CPI da Pandemia”, referindo-se a senadores, que, como ele, insistiram na necessidade de apurar as suspeitas de má gerência dos recursos em estados e municípios.

Ao curso das investigações da CPI, diversos documentos apontaram para desvios em contratos assinados por prefeitos e governadores. A cúpula da comissão, porém, optou por limitar as apurações apenas ao governo Bolsonaro.

De acordo com informações da revista Veja, o ponto de partida da nova CPI seria a compra de 300 respiradores no valor de R$ 48,7 milhões, que nunca chegaram a ser entregues. A transação foi feita por nove governadores integrantes do Consórcio Nordeste junto a uma empresa especializada na fabricação de peças íntimas e na importação de medicamentos à base de maconha.

No texto, Girão cita mais de 100 operações da Polícia Federal que investigaram contratos entre governos federais e prefeituras, com verbas repassadas pelo governo federal desde o início da pandemia de Covid-19. Foram 158 mandados de prisão temporária, 17 de prisão preventiva e 1.536 de busca e apreensão, em 26 estados.

Leia também1 Em live, Temer afirma que não há risco de golpe no Brasil
2 Guedes: 'Senado rejeitar a nova reforma trabalhista foi equívoco'
3 Fux: 'Liberdade de expressão não comporta violências e ameaças'
4 Aziz quer Marcos Tolentino na CPI "nem que seja de maca"
5 Pacheco recebe governadores e fala em 'democracia inegociável'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.