Leia também:
X Para Lewandowski, tese do PL, se confirmada, anula toda eleição

“Se o PL tem provas do que alega, que mostre”, diz Janaina Paschoal

Deputada diz que "trabalha com evidências"

Monique Mello - 23/11/2022 18h06 | atualizado em 23/11/2022 19h36

Janaina Paschoal Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

A deputada estadual Janaina Paschoal (PRTB-SP) repercutiu o pedido do Partido Liberal (PL) para a anulação dos votos oriundos de urnas anteriores a 2020. Jurista, Janaina se diz “uma profissional que trabalha com evidências” e diz que o partido deve “mostrar provas e arcar com as consequências”.

Segundo a parlamentar, a iniciativa do partido de Valdemar Costa Neto e do presidente Jair Bolsonaro pode ser “a maior má-fé da História”.

– Amados, eu sou uma profissional que trabalha com evidências. Se o PL tem provas do que alega, que mostre e arque com as consequências, pois vai anular tudo, inclusive a maior bancada do Congresso. Se não tem, podemos estar diante da maior má-fé da História! Entendem? – escreveu nas redes sociais.

– Não estou falando de fraude, de manifestações, de rezas. Estou falando de Direito! Não se pode brincar com a Democracia – completou.

Em uma sequência de publicações no Twitter, Janaina contou que leu a petição do PL ao TSE. Ela pediu a um colega da sigla, pois só “sabe trabalhar com base em documentos”. A parlamentar afiirmou que o estudo que deu base à petição do PL precisa ser publicado

– Todo cidadão tem o direito de saber se as urnas são passíveis de individualização e se seu voto pode ser revelado pelo LOG das urnas. Em outras palavras, não importa o que o PL pediu! Importam os fatos que revelou – disse.

Na tarde desta quarta-feira (23), Valdemar Costa Neto, presidente do PL, convocou uma coletiva de imprensa para esclarecer as informações divulgadas pela auditoria contratada pelo partido. Além de endossar o levantamento, o político defendeu que a população não poderá conviver nos próximos anos com “o fantasma da eleição de 2022”. Ou seja, sem solucionar o impasse das urnas eletrônicas.

Leia também1 Não podemos conviver com o fantasma de 2022, diz Valdemar
2 Para Lewandowski, tese do PL, se confirmada, anula toda eleição
3 "Apoio Lula na mesma hora”, diz Zema, sob uma "condição"
4 Campos Neto: Autonomia do BC será testada na troca de governo
5 TCU cobra esclarecimentos da PRF sobre combate a bloqueios

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.