Leia também:
X Líderes indígenas celebram a ida de Ysani Kalapalo à ONU

Sara Winter: ‘Feministas estão com os seus dias contados’

Ativista ainda chamou o movimento de "monstro"

Pedro Ramos - 23/09/2019 18h08 | atualizado em 23/09/2019 18h54

Sara Winter segurando cópia da denúncia Foto: Reprodução

Sara Winter informou em suas redes sociais que protocolou uma denúncia contra a revista AzMina por ensinar como se fazer um aborto.

– Simplesmente exercendo minha cidadania contra esses monstros chamados de “feministas”, que se utilizam da dor, sofrimento e desespero das mulheres para formar militância e conseguir financiamento para sua devastação! Chega de colocar em risco a vida das mulheres e de exterminar bebês. Lutarei até o fim para acolher e proteger as duas vidas – disse a ativista.

Ela ainda afirmou que o “movimento feminista no Brasil está com os dias contados”. Para ela, o grupo quer colocar a segurança das mulheres em risco.

Veja o vídeo de Sara divulgando a sua denúncia.

View this post on Instagram

PROTOCOLADA DENÚNCIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA A REVISTA @revistaazmina. Simplesmente exercendo minha cidadania contra esses monstros chamados de "feministas", que se utilizam da dor, sofrimento e desespero das mulheres para formar militância e conseguir financiamento pra sua devastação! Chega de colocar em risco a vida das mulheres e de exterminar bebês. Lutarei até o fim para acolher e proteger as DUAS VIDAS! #PróVida #VaiSarinha

A post shared by Sara Winter (@_sarawinter) on

Leia também1 SP: Marcha Pela Vida realiza manifestação contra o aborto
2 Sara Winter processará revista por apologia ao aborto
3 Feminista faz tatuagem de bebê cravado em uma faca

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.