Leia também:
X Tarcísio anuncia presidente da Petrobras para o governo de SP

Sâmia comenta apoio do PSOL ao PT: “Não precisamos de cargo”

A deputada quer manter a neutralidade da sigla, sem ser oposição, nem base aliada

Leiliane Lopes - 06/12/2022 18h56 | atualizado em 06/12/2022 19h31

Deputada federal Sâmia Bomfim Foto: Divulgação

A deputada federal Sâmia Bomfim explicou nas redes sociais sua visão de que o PSOL não deve ser base aliada do PT, mas manter a neutralidade. A posição da legenda está causando desavenças entre ela, que é líder do partido na Câmara, com o deputado federal eleito Guilherme Boulos.

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MTST) quer o PSOL como base do governo Lula, mas a deputada não concorda.

Sâmia recebeu comentários sobre dar apoio ao partido do governo eleito e então ela respondeu:

– Não precisamos de nenhum cargo para lutar contra a extrema direita e as chantagens do Centrão. Nem para votar nos projetos do Lula a favor da classe trabalhadora. Na verdade, não ter cargos ajuda na luta – escreveu a deputada no Twitter.

Em outra publicação, a parlamentar replicou uma mensagem do deputado estadual Matheus Gomes (PSOL-SR) sobre não ser oposição a Lula.

– Óbvio que o PSOL não será oposição. Estaremos com Lula pelos mesmos motivos que nos levaram a apoiá-lo: a defesa da democracia e dos direitos ecológicos, trabalhistas e sociais. Ser independente não é se omitir. As medidas positivas de Lula no Congresso terão o nosso apoio – diz a postagem.

Leia também1 Cristina Kirchner é condenada a 6 anos de prisão por fraude
2 CCJ aprova PEC de Lula e amplia teto de gastos em R$ 145 bilhões
3 Bolsonaro participa da posse dos novos ministros do STJ
4 Marina Silva grava participação em rap gospel progressista
5 Militares carbonizados no RJ: O que se sabe sobre o caso

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.