Leia também:
X Brasil ultrapassa 2,2 milhões de curados da Covid-19

Rússia e governo da Bahia negociam acordo de vacina

Embaixada do país emitiu nota sobre reunião com o petista Rui Costa

Pleno.News - 12/08/2020 16h37 | atualizado em 12/08/2020 16h39

Rússia registrou vacina contra a Covid-19 Foto: Reprodução

A Rússia e o governo da Bahia estão negociando um acordo sobre a vacina contra a Covid-19, informou a embaixada do país no Brasil. Segundo uma nota emitida, o chanceler russo, Sergey Akopov, participou de uma videoconferência com o governador baiano, Rui Costa (PT-BA), no dia 30 de julho.

O secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, também participou da reunião que tratou de uma possível parceria entre centros russos e instituições baianas de pesquisa no que diz respeito aos testes e produção da vacina. As informações são do portal R7.

– Esperamos que daqui a pouco vejamos os frutos concretos desta cooperação. Pelo menos, por parte da Embaixada da Rússia no Brasil, garantimos que empenharemos todos os esforços para facilitá-lo – informou ainda a nota da embaixada russa.

No último dia 3, durante entrevista à TV Bahia, Rui Costa confirmou ter se reunido com autoridades russas.

– Nós tivemos, uma reunião pela internet com o embaixador da Rússia, demonstrando interesse da Bahia e dos estados do Nordeste em ter essa parceria, tanto para ajudar a fazer os testes da vacina, como eventualmente participar do processo de vacinação – disse ele, na ocasião.

Cercada de desconfiança sobre sua real eficácia, a vacina da Rússia contra a Covid-19 foi anunciada oficialmente como registrada na manhã de terça-feira (11). O anúncio foi feito pelo presidente do país, Vladimir Putin, durante uma reunião com o Gabinete de Ministros.

Sobre o imunizante, o governo do Paraná anunciou que vai assinar um acordo com a Rússia para a produção de uma vacina contra o novo coronavírus. De acordo com Jorge Callado, presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), a previsão inicial é que a imunização esteja disponível no segundo semestre de 2021.

Leia também1 Vacina da Pfizer contra Covid induziu resposta "robusta"
2 Deputada defensora do ozônio é internada com Covid-19
3 Covid: Confira perguntas e respostas sobre a vacina russa
4 Vacina russa: Anvisa diz que não recebeu pedidos para teste
5 Paraná anuncia acordo com a Rússia para produzir vacina

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.