Leia também:
X Barros diz que Câmara poderá fazer alterações na PEC de Lula

Rolls-Royce foi danificado e pode não ser usado na posse, diz Janja

Esposa de Lula indica que veículo foi danificado na posse de Bolsonaro

Pleno.News - 07/12/2022 16h58 | atualizado em 07/12/2022 17h57

Jair Bolsonaro e Michelle Bolsonaro no 7 de Setembro Foto: Alan Santos/PR

Rosângela da Silva, a Janja, disse que a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) poderá ser feita em outro veículo, e não com o tradicional Rolls-Royce, carro utilizado desde a década de 50 em posses presidenciais. Em conversa com jornalistas no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Janja disse que o carro foi “danificado” pela atual gestão do presidente Jair Bolsonaro.

Ela não detalhou qual seria o problema específico do carro que foi usado pela primeira vez em 1953, pelo presidente Getúlio Vargas, nas comemorações do Dia do Trabalho.

– Hoje é essa informação que eu posso dizer para vocês, que o presidente Lula estará em carro aberto, como é o protocolo, e que será no Rolls-Royce, se estiver em condições, porque parece que ele foi danificado na última posse – disse Janja.

Perguntada sobre qual seria o problema, Janja citou apenas que haveria uma danificação no banco do carro.

– O embaixador [Fernando Igreja] está responsável por isso, e nossa equipe vai averiguar isso, se está em condições. É um carro bastante antigo – disse.

Procurada, a Presidência da República ainda não se manifestou. A Secretaria-Geral também não respondeu sobre o assunto.

Embora tenha citado que a avaria no veículo tenha ocorrido na última posse, 1º de janeiro de 2019, vale lembra que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e a primeira-dama Michelle Bolsonaro desfilaram no veículo no 7 de Setembro deste ano.

O governo eleito trabalha com a expectativa de que cerca de 300 mil pessoas compareçam à festa da posse, que ocorrerá no dia 1º de janeiro, em Brasília. Dezenas de artistas estão confirmados para shows que acontecerão após os cerimoniais no Palácio do Planalto, no Congresso Nacional e no Itamaraty.

A programação do que está sendo chamado de Festival do Futuro incluirá a realização de uma exposição sobre momentos das posses presidenciais e ícones da democracia, que ocorrerão no Museu da República e no Museu de Arte de Brasília.

– Vai ser um grande festival para acompanhar este momento histórico, que é o retorno do presidente Lula à presidência da República, a partir do dia primeiro de janeiro de 2023 – comentou.

*AE

Leia também1 Lula insiste em intenção de convidar Maduro para a posse
2 Janja anuncia novos nomes para a posse de Lula
3 PT lança vaquinha para bancar posse de Lula em janeiro
4 Flávio Bolsonaro afirma que golpe militar nunca foi cogitado
5 Jair Bolsonaro e Moraes voltam a ficar frente a frente

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.