Leia também:
X Lula não irá à coroação do rei Charles III, diz jornalista

Rodrigo Pacheco marca, enfim, leitura da CPMI do 8 de janeiro

Presidente do Senado está sob pressão dos parlamentares de oposição

Monique Mello - 05/04/2023 14h37 | atualizado em 05/04/2023 16h27

Rodrigo Pacheco Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), afirmou que a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para apurar os atos de 8 de janeiro poderá ter início no dia 18 de abril. Tudo dependerá da confirmação de sua viagem na comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à China, que será entre os dias 12 e 15 de abril.

A agenda de Lula no país asiático foi adiada devido ao quadro de pneumonia diagnosticado no petista em 25 de março. Pacheco iria na comitiva, porém, após o adiamento, ele ainda não confirmou a sua ida.

Nesta terça-feira (4), o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) compartilhou no Twitter a informação passada pelo presidente do Senado diretamente a ele.

– Senador Rodrigo Pacheco acaba de me enviar a seguinte mensagem: “A se confirmar a missão oficial na próxima semana, designarei a sessão para meio dia de terça, dia 18″ – compartilhou o jovem parlamentar.

A proposta de CMPI precisa ser lida por Pacheco na sessão conjunta de Câmara e Senado para o colegiado ser criado. Caso a sessão de 18 de abril seja adiada, a oposição vai acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) contra o senador.

Leia também1 Lula chegará à China em 12 de abril, corrige Itamaraty
2 Oposição se antecipa à CPMI dos atos e convoca ministros
3 Kajuru promete renunciar se do Val provar que Lula sabia de atos
4 Nikolas sai em defesa de Lira na Câmara e alfineta Pacheco e STF
5 Sem anunciar, Lula envia Celso Amorim a Paris e Moscou

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.