Leia também:
X Rede aciona o STF para mandar governo vacinar crianças

Rodrigo Maia diz que Queiroga é “assassino” e defende interdição

Parlamentar se manifestou contra o ministro da Saúde nas redes sociais

Thamirys Andrade - 24/12/2021 15h00 | atualizado em 24/12/2021 16h17

Rodrigo Maia Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O ex-presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia (sem partido) classificou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, como “assassino”. Em publicação no Twitter nesta sexta-feira (24), o parlamentar defendeu que o ministro seja interditado pela Suprema Corte.

– Esse ministro assassino deveria ser interditado pelo STF. É urgente – escreveu.

A fala do parlamentar ocorre após o chefe da pasta da Saúde dizer, nesta sexta-feira (24), que recomendará prescrição médica para que crianças de 5 a 11 anos sejam vacinadas.

Contudo, após reunião entre os secretários estaduais de Saúde na manhã desta sexta-feira (24), o Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass) divulgou há pouco uma “carta de Natal às crianças do Brasil” confirmando que nenhum estado exigirá prescrição médica para a vacinação infantil contra a Covid-19.

O governo federal também abriu, nesta sexta, uma consulta pública para que a sociedade avalie a vacinação infantil. De acordo com o texto que consta no Diário Oficial da União (DOU) sobre a medida, a consulta, que vai até 2 de janeiro, servirá para apresentação de contribuições “devidamente fundamentadas”.

Para participar, cada pessoa deverá acessar o formulário disponibilizado pelo Ministério da Saúde, que ficará restrito a uma resposta para cada CPF ou CNPJ.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.