Leia também:
X Cristiane Brasil critica STF: “Querem calar os cidadãos”

RJ: Justiça suspende realização de cultos presenciais

Autorização havia sido dada pelo prefeito Marcelo Crivella

Rafael Ramos - 30/05/2020 09h53 | atualizado em 30/05/2020 09h57

Crivella terá que pagar multa caso descumpra determinação Foto: Reprodução

A Justiça suspendeu, neste sábado (30), a autorização para cultos religiosos presenciais no Rio de Janeiro decretada pelo prefeito Marcelo Crivella. O juiz Bruno Bodart determinou uma multa de R$ 50 mil ao próprio prefeito em caso de descumprimento.

O magistrado apontou que “é absolutamente pertinente a preocupação da Defensoria Pública quanto à falta de apresentação de diretrizes técnicas e científicas que têm embasado as decisões do Executivo Municipal para o enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19”.

A Prefeitura do Rio de Janeiro tem até dez dias para apresentar uma análise das medidas adotados na cidade para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A decisão de Bodart atende a uma ação do Ministério Público do Rio de Janeiro que desaprovou a decisão de Crivella. De acordo com o MPRJ, as diversas cerimônias religiosas com aglomeração de pessoas favorecem a disseminação do vírus.

O Ministério ressalta que o direito de não culto não foi proibido com a suspensão de atividades presenciais. A ação enfatiza que, uma vez que muitas igrejas adotaram cultos online, “não há, deste modo, qualquer prejuízo ao exercício da referida atividade e da propagação da fé”.

Leia também1 Crivella planeja reabertura do RJ para os próximos 15 dias
2 Vacinação contra a gripe é estendida até o final de junho
3 Na Índia, macacos 'roubam' amostras de sangue com Covid
4 SP: Comerciantes da capital já se preparam para reabertura
5 Doria 'sente a pressão' e recua de quarentena rígida no litoral

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.