Leia também:
X Alerta aos pais! Entenda o que são os círculos pedófilos

Restaurantes poderão doar refeições não vendidas

Lei aprovada pelo presidente se estende a supermercados e outros estabelecimentos

Rafael Ramos - 24/06/2020 12h08 | atualizado em 24/06/2020 13h28

Restaurantes poderão doar comidas não vendidas Foto: Reprodução

O Diário Oficial da União desta quarta-feira (24) publicou a aprovação da Lei nº 14.016/2020 que permite a doação de alimentos e refeições não vendidos por supermercados, restaurantes e demais estabelecimentos. A medida foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

A doação pode ser de alimentos in natura (verduras, frutos, ovos ou leite), produtos industrializados e refeições prontas que estejam próprias para o consumo humano. Os itens devem estar no prazo de validade e em condições de conservação especificadas pelo fabricante. A integridade e segurança sanitária do produto não podem ter sido comprometidas e as propriedades nutricionais devem ser mantidas.

A contribuição deve ser gratuita e a lei autoriza que pessoas, famílias ou grupos em situação de vulnerabilidade ou de risco alimentar ou nutricional sejam beneficiadas. A entrega pode ser feita diretamente, em colaboração com o poder público, ou por meio de bancos de alimentos, de outras entidades beneficentes de assistência social certificadas ou de entidades religiosas.

Tanto o doador quanto quem intermediar a entrega dos alimentos serão responsabilizados, nas esferas civil e administrativa, caso tenham agido com a intenção de causar dano a quem receber as refeições. Se tal intenção for comprovada ainda no momento da primeira entrega, o doador pode responder na esfera penal.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, a lei ajuda no combate ao desperdício de alimentos e visa “combater a fome e a desnutrição, valorizar a responsabilidade social e a solidariedade entre os brasileiros e auxiliar a superação da crise econômica e social gerada pela atual pandemia”.

Leia também1 Brasil ultrapassa a marca de 600 mil curados da Covid-19
2 Manaus encerra hospital de campanha ao zerar pacientes
3 Uninove demite professores por meio de plataforma online
4 Mario Frias toma posse como novo secretário de Cultura
5 Irregularidades na Saúde do RJ podem chegar a R$ 1 bilhão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.