Leia também:
X Morre professor que incitou ‘fuzilamento’ de bolsonaristas

Renan Calheiros critica Copa América no Brasil: “Escárnio”

Relator da CPI da Covid chamou o torneio de "campeonato da morte"

Henrique Gimenes - 31/05/2021 16h06 | atualizado em 31/05/2021 17h04

Senador Renan Calheiros Foto: Lula Marques/AGPT

Após a Conmebol anunciar que o Brasil irá sediar a Copa América deste ano, senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid manifestaram-se sobre a medida.

Em suas redes sociais, o relator da CPI, Renan Calheiros, criticou o Brasil como sede do torneio e chamou a situação de “escárnio”.

Inicialmente, o evento estava marcado para ocorrer na Colômbia e na Argentina. No entanto, devido aos protestos em solo colombiano, a Colômbia acabou sendo retirada da organização do evento. Nesta semana, a Conmebol decidiu retirar a Argentina devido à situação da pandemia de Covid-19 no país. Com isso, o Brasil acabou sendo definido como o responsável por sediar o torneio, que irá acontecer entre os dias 11 de junho a 10 de julho.

Para Renan Calheiros, será um “campeonato da morte”.

Com mais de 462 mil mortes, sediar a Copa América é um campeonato da morte. Sindicato de negacionistas: governo, Conmebol e CBF. As ofertas de vacinas mofaram em gavetas, mas o ok para o torneio foi ágil. Escárnio – escreveu.

Leia também1 Para Mourão, Brasil sediar Copa América não é um problema
2 Copa América: Conmebol agradece a Bolsonaro e à CBF
3 Após desistência da Argentina, Copa América será no Brasil
4 Conmebol anuncia suspensão da Copa América na Argentina
5 Fernández critica exigências da Pfizer para vender vacinas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.