Leia também:
X Jorge Messias, o Bessias, deve fazer parte da transição de Lula

Relator do Orçamento não vê espaço para promessas de Lula

Marcelo Castro se reunirá com membros da transição de governo para avaliar soluções alternativas

Pleno.News - 03/11/2022 10h19 | atualizado em 03/11/2022 10h32

Marcelo Castro Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve encontrar dificuldades para cumprir promessas de campanha envolvendo a Economia. A avaliação é do relator-geral do Orçamento, Marcelo Castro (MDB-PI). Segundo ele, não há espaço para reajuste real do salário mínimo e pagamento de um auxílio mensal de R$ 600 sem soluções alternativas.

Para debater possíveis opções, Castro se encontrará com membros da transição do governo. Na reunião, estarão presentes o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB), o ex-governador e senador eleito Wellington Dias (PT), que será coordenador do Orçamento. Também comparecerão parlamentares petistas.

– No Orçamento não tem espaço para nada. O que eu penso que vamos fazer amanhã é levantar o tamanho do problema, o que tem no Orçamento deste ano e que não poderá ficar como está. Agora, como fazer? Eu tenho uma ideia, os assessores também têm, mas, neste momento, minha posição é de prudência, não quero antecipar nada. Vamos esperar a equipe do novo governo – declarou Castro, em entrevista ao portal Metrópoles.

Ele ainda afirmou que se deve estabelecer prioridades para que os temas que são “inadiáveis” sejam resolvidos “agora e o que não for, temos tempo para cumprir com maior profundidade”.

– Muitas coisas precisam ser modificadas no país. E eu vejo que o governo contará com a boa vontade, colaboração da ampla maioria do congresso nacional. Não vejo ânimo para dificultar ação do governo eleito – analisou Castro.

Leia também1 Jorge Messias, o Bessias, deve fazer parte da transição de Lula
2 Ciro Nogueira recebe Alckmin, Mercadante e Gleisi nesta quinta
3 Bloqueios em rodovias caem para 86 nesta quinta, diz PRF
4 Cássia Kis ajoelha e reza em ato diante do Comando Militar no RJ
5 MPF pede abertura de inquérito contra chefe da PRF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.