Leia também:
X Piscina desaba sobre garagem após estrutura ser corroída por infiltração

Relator da CPI da Covid, Renan Calheiros entra na mira da PGR

Volta do senador ao protagonismo político pode dar novo fôlego para delações

Paulo Moura - 24/04/2021 14h43 | atualizado em 24/04/2021 14h45

Senador Renan Calheiros Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Alvo de incontáveis ações na Justiça ao longo dos últimos anos, o relator da CPI da Covid no Senado, Renan Calheiros (MDB-AL), terá de lidar com mais uma forte pressão sobre seu nome. Quem já está “na caça” ao senador é a Procuradoria-Geral da República (PGR).

De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, há pelo menos três delações que citam supostos crimes cometidos pelo cacique político de Alagoas. Nas declarações, há acusações já conhecidas contra Calheiros, como venda de medidas parlamentares e outras negociatas, que andavam adormecidas nos últimos meses.

Com um novo protagonismo repentino, os investigadores acreditam que as confissões de empresários contra Calheiros poderão ganhar novo fôlego na PGR nos próximos dias.

Além de Calheiros, as ações da PGR terão potencial de chegar também a caciques conhecidos do MDB. O material em poder da equipe de Augusto Aras promete atormentar figuras como o senador Eduardo Braga, e os ex-senadores Romero Jucá e Eunício Oliveira.

Leia também1 "A CPI da Covid é uma gororoba, é inoportuna", afirma Lacombe
2 CPI da Covid: Eduardo Girão quer acareação entre autoridades
3 PGR diz que "cumpre seu dever" com ofícios a governadores
4 Bolsonaro: 'Mortes começam a cair por medo de investigação'
5 Bolsonaro critica 'abre e fecha' do comércio e diz não temer CPI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.