Leia também:
X Após reunião com conselheiro dos EUA, Lula adia visita a Biden

Redes sociais de Bia Kicis são suspensas por decisão de Moraes

A parlamentar pediu para que o presidente do Senado interfira para garantir o direito dos parlamentares

Leiliane Lopes - 05/12/2022 16h04 | atualizado em 05/12/2022 16h49

Bia Kicis, deputada federal Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A deputada federal Bia Kicis (PL-DF) perdeu o acesso às suas redes após decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Antes de as contas caírem, a parlamentar conseguiu informar aos seus seguidores o que iria acontecer.

– Acabo de ser informada que o Xandão mandou bloquear todas as minhas redes sociais. Sem contraditório, sem nada. Certamente, por eu tanto denunciar a tirania hoje reinante no Brasil. Onde vamos parar? – escreveu ela.

Quando a decisão foi acatada pelas empresas Twitter, Instagram e Facebook, a deputada teve espaço nas redes do senador Eduardo Girão (Podemos-CE) e criticou o que aconteceu com ela e outros parlamentares.

– O Supremo está interferindo na atividade parlamentar e isso é uma afronta à democracia. Não existe democracia quando um ministro do Supremo pode calar uma parlamentar sem processo, sem nada. É muito grave e eu não sou a primeira, temos outros e eu tenho denunciado isso – declarou Kicis.

A deputada pediu ainda ao senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente do Senado, que tome uma atitude contra a violação aos parlamentares.

ASSISTA:

Leia também1 Mulher é presa após tentar abrir porta de avião: "Jesus mandou"
2 Após reunião com conselheiro dos EUA, Lula adia visita a Biden
3 Transição avalia desmilitarizar segurança presidencial com Lula
4 Namorado de Fátima é criticado por falar em reparação histórica
5 Candidatos à liderança da Frente Evangélica apoiam Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.