CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Em evento, Alckmin sinaliza apoio a Temer: ‘Conte conosco’

Rede anuncia Marina como pré-candidata à Presidência

Em carta, partido criticou atual governo e condenou as reformas propostas

Gabriela Doria - 02/12/2017 16h54 | atualizado em 02/12/2017 16h56

O partido Rede Sustentabilidade lançou, neste sábado (2), Marina Silva como pré-candidata à Presidência da República em 2018. Os grupos regionais se reuniram e tomaram a decisão, que foi divulgada através de uma carta. Ainda no documento, a Rede criticou o atual governo e condenou as reformas em andamento.

Marina Silva vai disputar pleito presidencial em 2018 Foto: Agência Brasil/Elza Fiuza

– Não aceitamos mais como regra da ação política o conluio que coloca o patrimônio de toda a sociedade a serviço de interesses individuais ou de grupos. Sem falar daqueles que assaltaram – e dos que continuam assaltando – os cofres públicos para enriquecimento próprio ou para irrigar seus projetos de poder, e que, com impressionante cinismo, falam hoje em ‘reformas imprescindíveis’ para ‘salvar o país’ – diz um trecho da carta.

Na carta, o partido também afirmou que pretende fazer alianças para o próximo pleito. De acordo com o documento, os critérios serão partidos com “protagonismo ético, compromissos sociais e ambientais”.

Na pré-candidatura, a Rede destaca que suas bandeiras são o combate à corrupção e as questões sociais e ambientais. No texto, o partido afirma que Marina é uma alternativa real para “unir a sociedade e superar o ódio, as mentiras, a polarização e a descrença”. A ex-senadora Heloísa Helena esteve presente no evento.

LEIA TAMBÉM
+ Em evento, Alckmin sinaliza apoio a Temer: ‘Conte conosco’
+ Lula admite ‘alianças’ com a direita se for presidente
+ Senado aprova voto distrital misto nas eleições