Leia também:
X Alckmin pega Covid-19, mas PT mantém lançamento de chapa

Randolfe discorda de destruição de HD da CPI: “Desnecessário”

HD externo com dados sigilosos será destruído com marreta e furadeira

Monique Mello - 06/05/2022 14h03 | atualizado em 06/05/2022 14h27

Senador Randolfe Rodrigues Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) discorda da destruição de um HD externo que armazena documentos sigilosos da CPI da Covid, previsto para a tarde desta sexta-feira (6). Para o vice-presidente da Comissão, a medida é desnecessária, podendo atrapalhar investigações futuras.

– Considero a decisão de aniquilação, de destruição do material, inusitada. Em nosso entender, tem prejuízo futuro para eventual condução das investigações se, mais adiante, o MP requisitar a utilização desse material para algum fim. Particularmente, considero a decisão desnecessária – disse em entrevista ao UOL.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ordenou a destruição do material colhido pela CPI da Covid atendendo uma determinação do ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF).

A ordem do magistrados refere-se apenas a documentos sigilosos das empresas OPT Incorporadora Imobiliária e Administração de Bens Próprios Ltda e Brasil Paralelo, ouvidas na CPI da Covid. Inclusive, representantes das duas empresas poderão participar do ato.

Por ser uma prática que nunca ocorreu, ao menos na última década no Senado, os servidores precisaram “desenhar um método” para garantir a destruição do material, relatou Cunha Bueno. A Polícia Federal e a Secretaria de Tecnologia da Informação do Senado (Prodasen) foram consultadas.

Leia também1 Pacheco manda destruir HD da CPI com marreta e furadeira
2 Moraes nega pedido de Randolfe em caso sobre Allan dos Santos
3 Pacheco assume a Presidência da República nesta sexta-feira
4 EUA: Quem é o juiz do Supremo que defende fim do aborto
5 Auxílio Brasil: Senado aprova MP que garante mínimo de R$ 400

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.