Leia também:
X Bruno Covas é intubado em UTI após sangramento no estômago

Queiroga sobre vacinar todo o país até o fim do ano: ‘Plausível’

Ministro disse que está entusiasmado com possibilidade de vacinar todos os brasileiros antes de 2022

Paulo Moura - 03/05/2021 12h57 | atualizado em 03/05/2021 13h24

Marcelo Queiroga Foto: Ailton de Freitas/Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou durante um webinar promovido pela Fiesp nesta segunda-feira (3) que está “muito entusiasmado” com a possibilidade de vacinar toda a nossa população brasileira até o final do ano, o que, segundo ele, é uma meta “absolutamente plausível”.

Durante sua fala, o ministro voltou a comentar sobre o recebimento de mais de 4 milhões de doses da vacina contra Covid-19 entregues pelo consórcio internacional Covax Facility, reafirmando que o lote dos imunizantes deveria ter chegado ao país em janeiro.

O ministro também comentou a situação da entrega das doses da CoronaVac. Ao mencionar sobre a “relativização” da distribuição de mais de 17 milhões de doses da vacina entre a última sexta-feira (30) e esta segunda, Queiroga isentou de responsabilidade tanto o instituto brasileiro quanto o governo chinês pelo atraso da entrega.

Segundo ele, o fato “não decorre da responsabilidade do Instituto Butantan, e sim de retardo na chegada de IFA; não por problema diplomático, mas até, às vezes, por questões administrativas; questões logísticas próprias da China, não é do governo chinês”.

*Estadão

Leia também1 Bruno Covas é intubado em UTI após sangramento no estômago
2 Começam inscrições para bolsas remanescentes do Prouni
3 Governo Bolsonaro não tolera corrupção, diz Marcelo Queiroga
4 Mulher morre após ser picada por cobra dentro de casa, no MT
5 Rio: Chacina deixa 5 mortos e 3 feridos na Baixada Fluminense

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.