Leia também:
X Polícia salva homem que seria executado pelo tráfico

Queiroga rebate Doria: “São Paulo está sempre reclamando”

Governador de São Paulo reclamou de um "boicote" do governo na entrega de vacinas da Pfizer

Henrique Gimenes - 04/08/2021 17h02 | atualizado em 04/08/2021 18h10

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga Foto: Agência Senado/Geraldo Magela

Nesta quarta-feira (4), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, rebateu declarações feitas pelo governador de São Paulo, João Doria, sobre um “boicote” do governo federal no envio de vacinas da Pfizer contra a Covid-19. Ao ser questionado sobre o episódio, o ministro afirmou que o estado “está sempre reclamando”.

Mais cedo, Doria foi ao Twitter e afirmou que 228 mil doses do imunizante deixaram de ser entregues a SP. De acordo com Doria, o governo federal argumentou que a redução das doses enviadas ocorreu devido ao fato de São Paulo estar com “a vacinação mais avançada”.

SP não aceitará boicotes do governo federal! Ontem recebemos metade das doses de vacinas da Pfizer previstas. O argumento é [de] que SP está com a vacinação mais avançada. Estão punindo a eficiência da gestão de SP? Tomaremos medidas para garantir vacina no braço da nossa população. O Ministério da Saúde deixou de entregar 228 mil doses que estavam planejadas. Isso pode atrasar a vacinação de 228 mil paulistas. Uma vergonha! – escreveu o governador paulista.

Queiroga participou de um evento em Brasília onde ocorreu a assinatura da portaria com orientações para volta às aulas presenciais. No final, ele comentou sobre as declarações de Doria.

– São Paulo está sempre reclamando – disparou.

O ministro também explicou que as vacinas serão distribuídas em um consenso entre o Ministério da Saúde e os secretários estaduais e municipais de Saúde.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.