Leia também:
X Sérgio Reis organiza ato pró-Bolsonaro com caminhoneiros

Queiroga diz que ação de Doria no STF é “litigância de má-fé”

Ministro da Saúde negou que São Paulo esteja sendo prejudicado com uma possível entrega menor de vacinas

Paulo Moura - 15/08/2021 09h57 | atualizado em 15/08/2021 10h01

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga Foto: Agência Senado/Geraldo Magela

Durante um evento realizado no sábado (14), em Brasília, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou sobre a ação protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF) em que o governo de São Paulo, chefiado por João Doria (PSDB), pede a reposição de um número de vacinas que não teria sido repassado pela pasta ao estado nas últimas entregas.

– É até uma litigância de má-fé por parte do Executivo do estado de São Paulo, porque, do ponto de vista prático, eles estão anunciando vacina na tal ‘Virada da Vacina’, que eu não sei o que significa isso, vacinar entre 18 e 20 anos. Como estão vacinando de 18 a 20 anos e não têm vacina? Tem vacina sim, tem recebido vacina – questionou.

O governo de São Paulo acionou o Supremo Tribunal Federal contra a União solicitando a volta do recebimento da quantidade de vacinas contra a Covid-19 destinada ao estado antes de uma modificação no repasse dos imunizantes feita no começo de agosto. O relator da ação será o ministro Ricardo Lewandowski.

Os procuradores do estado, que assinam a ação, alegam que a adoção desses novos critérios de distribuição já retirou do estado, “de forma imediata e descabida”, 228 mil doses da vacina da Pfizer. O Ministério da Saúde, porém, nega que a mudança de critério represente prejuízo para o estado.

Leia também1 Sérgio Reis organiza ato pró-Bolsonaro com caminhoneiros
2 "Onde está a democracia?", diz Urach sobre possível 'desconvite'
3 Após cirurgia, Faustão marca início das gravações na Band
4 Bolsonaro celebra prejuízo do crime organizado: Mais de 5 toneladas de drogas incineradas
5 Defesa de Roberto Jefferson agradece apoio de Jair Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.