Leia também:
X Xuxa pede que “deixem de segui-la” quem é a favor de Bolsonaro

Queiroga diz estar ‘tranquilo’ e “à disposição” da CPI da Covid

O ministro foi convocado pela Comissão pela terceira vez

Pierre Borges - 11/10/2021 11h59 | atualizado em 11/10/2021 12h20

Queiroga abaixando máscara
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Na manhã desta segunda-feira (11), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou que retornará à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 e que está “à disposição” do Senado.

– Estou à disposição não só do Senado, mas da Câmara, da Procuradoria da República, do poder Judiciário, mas, sobretudo, do povo brasileiro – disse o Queiroga a jornalistas na porta do ministério.

O ministro já prestou depoimento duas vezes na Comissão. A primeira oitiva ocorreu no dia 6 de maio, logo no início dos trabalhos. Já a segunda ocorreu no dia 8 de junho, em meio a polêmicas relacionadas à realização da Copa América no Brasil. A terceira convocação foi aprovada pelos senadores do G7 na última quinta-feira (7), e o depoimento de Queiroga foi marcado para a próxima segunda-feira (18).

A expectativa é de que os senadores cobrem de Queiroga novos esclarecimentos sobre as atividades do ministério no combate à pandemia. O ministro apontou que a média móvel de mortes por Covid era superior a três mil nas outras vezes que compareceu à CPI. Neste domingo (10), a média móvel foi de 437 vítimas, a menor desde novembro.

– A Campanha Nacional de Vacinação do Brasil engatinhava e, hoje, como é que está? Uma das campanhas mais bem-sucedidas do mundo – acrescentou.

Queiroga afirmou que não tem com o que se preocupar sobre seu depoimento e disse ainda que tem a consciência “tranquila”.

– Temos consciência tranquila e sabemos que estamos cumprindo nosso dever para com o governo, para com a sociedade brasileira. Vamos planejar um futuro melhor para a nossa gente – disse Queiroga.

Leia também1 Denúncia de Pr. Malafaia contra ministros é por indicação ao STF
2 Xuxa pede que "deixem de segui-la" quem é a favor de Bolsonaro
3 Para Aécio Neves, João Doria pode apequenar e isolar o PSDB
4 Freixo e presidente da OAB se reúnem com Lula por apoio no RJ
5 'Novo não estará com Bolsonaro', diz presidente da legenda

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.